+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O Mérida aposta em {Jardel} como solução a suas problemas para marcar

O avançado/ponta de lança guineense ocupará ficha de {sub}-23 e procede do {Algeciras}

 

{Jardel}, em ação com o {Algeciras}. - EUROPA SUL

REDACCIÓN MÉRIDA
24/01/2020

O Mérida segue/continua {echando} o resto na abertura do mercado. Ontem confirmou a incorporação do avançado/ponta de lança centralismo {Esmiraldo} {Sá} dá Silva (20-9-1997, {Guinea} {Bissau}) mais conhecido como {Jardel}.

O atacante, que chega procedente do {Algeciras}, também do grupo IV de Segunda B, ocupará uma ficha {sub}-23 no plantel/elenco. Antes passou pelas pedreiras do Desportivo da Corunha e do Real Valladolid.

O diretor desportivo da entidade romana, Rubén Andrés, o define como um «atacante que nos vai a dar velocidade no último troço de campo» e assegura que «possui um grande ‘um contra um’, {dribling} e transbordo. Qualidades diferentes às dos nossos dois dianteiros, já que dois de seus pontos fortes são a arrancada com a bola batido ao pé e seus {desmarques} de rutura e pode jogar como ‘9’ ou inclinado a uma grupo/ponta».

Suas estatísticas na ‘categoria/escalão de bronze’ não falam no entanto de um marcador nato, pelo menos por agora. Na época 2017-18 com o Desportivo B-Fabril disputou 18 encontros e somente marcou dois tantos, enquanto na passada campanha 2018-19, com o Valladolid B, não chegou a ver porta em 12 partidos.

Nesta, com o {Algeciras}, só/sozinho tem disputado 8 (243 minutos obrigada/obrigado), sendo seu único golo na oitava jornada perante o Cádiz B. Não joga desde/a partir de o 17 de Novembro na {decimotercera}.