Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 8 de dezembro de 2019

{Mena} sai ao resgate do Mérida

Um golo do jogador romano no 85 permite aos emeritenses somar um ponto perante o São Fernando

JOSÉ GAGO deportes@extremadura.elperiodico.com MÉRIDA
02/12/2019

 

O Mérida coalhou uma grande primeira parte, mas após o golo de Jorge García para o São Fernando lhe custou reagir. No fim, {Mena} conseguiu empatar o jogo/partido e a manutenção segue/continua a uma vitória para os romanos (1-1).

Chovia torrencialmente na capital extremenha e também saltava a surpresa no onze do Mérida. Pinheiro e Salvi, as novidades mais chamativas. Arrancou o jogo/partido e o combinado de Diego Merino {maniató} a um São Fernando que chegava como segundo classificado ao Romano. Sem excessivo perigo, mas com o controlo do jogo/partido. O Mérida se sentia cómodo com a bola nos pés.

Uma comodidade que não se materializou em lances de golo. Aí segue/continua tendo um área de melhoria a equipa da capital extremenha. Lhe falta colagem/colada. No entanto, Gonzalo Poley ofereceu um grande nível no centro do campo, acompanhado por um {Mena} que roça sempre o notável.

O São Fernando tentava criar perigo com um Francis Ferrón que fixava a Jiménez e {Gómez}. Com um Pedro Ríos muito ativo por grupo/ponta e com um {Omar} que a cintilações de qualidade cada vez que sulcava o grupo esquerda semeava perigo. No entanto, também não gozaram de oportunidades claras. Para além de um centro {chut} de Marc Roger, que se envenenou e que deteve sem complicações Javi Sánchez.

Sim teve que empregar-se a fundo o objetivo/meta romano justo antes do descanso/intervalo. Um remate potente de Ferrón após um centro lateral pôs a prova os corações dos 2.800 adeptos que {poblaban} as bancadas do templo {pecholata}. Voou Sánchez e tirou uma mão milagrosa. Com o susto no corpo se chegou no descanso.

RESSURREIÇÃO / Após a reiniciação, o São Fernando bateu primeiro. É certo que a equipa de {Tito} García não estava coalhando o melhor jogo/partido dos andaluzes em liga, mas tem talento na parte de em cima. Bola que {despeja} Sánchez ao lateral, Pedro Ríos dispara, de novo Sánchez para mas o ressalto lhe fica outra vez ao jogador {azulino}, que envia um passe para Jorge García e este bate a prazer ao objetivo/meta romano (0-1). Passividade da defesa.

E derrubou ao Mérida. O combinado de Merino não reagiu a esse tanto/golo. Merino moveu o banco, Dani Espinar e Miguel Ángel Espinar ao verde para procurar a igualada. A Lei de {Murphy} aplicada ao Mérida. Após menos de 10 minutos sobre/em relação a o terreno de jogo, golpe nas costas ao avançado/ponta de lança romano e Miguel Ángel Espinar pede a mudança. Desolação na paróquia romana.

Não deixou de acreditar/achar a equipa, que voltou a demonstrar casta e coração. {Héctor} como extremo e Obama, que não esteve {acertado} durante tudo o jogo/partido, como avançado/ponta de lança centralismo. E com essa fórmula conseguiu o empate a equipa de Merino. Jogada de Salvi por grupo/ponta, cede para que {Héctor} ponha a bola perfeito ao coração da área e {Mena} chega desde/a partir de segunda linha para conetar um {testarazo} perfeito (1-1).

Após esse tanto/golo, o jogo/partido parecia que podia cair de parte do Mérida. A equipa de Merino se reativo e procurou com {ahínco} a vitória. Não encontrou porta um disparo de {Melchor} numa boa jogada pessoal do lateral. E também não fê-lo outro disparo de Poley desde fora da área. Foram as ocasiões mais destacadas no troço final.

Não teve tempo para mais. O Mérida resgata um empate que lhe permite seguir/continuar tendo os postos de salvação/manutenção a três pontos. O próximo jogo/partido será perante o Talavera, a equipa que marca a manutenção. Cubo e Cristo já poderão voltar à convocatória e terá que estar pendente da evolução de Miguel Ángel Espinar.

{mérida} 1

são {fernando} 1

3Goles: 0-1: minuto 50, Jorge García. 1-1: minuto 85, {Mena}.

3Árbitro: Pinto Ferreira. Tirou amarela aos locais Mario Gómez, {Mena} e {Héctor}; e aos visitantes Roger, {Amelibia}, Pedro Ríos, Jorge García, {Omar} e {Bruno}.

3Estadio: Romano.

3Espectadores: 2.800.

3Mérida: Javi Sánchez; Salvi, Gómez, Jiménez, {Melchor}; Do Castelo (Dani Espinar, {min} 61), {Mena}, Poley; Santi Villa, Obama e Antonio Pino (M.A. Espinar, {min} 61) ({Héctor} {Martínez}, {min} 70).

3San Fernando: {Gálvez}; {Gabi} Ramos, {Amelibia}, Lolo Guerrero, Roger; Raúl Palma, Sandro; {Omar} (Gómez, {min} 79), Pedro Ríos ({Gallar}, {min} 86), Jorge García ({Bruno}, {min} 71) e Francis Ferrón.

As notícias mais...