+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O melhor Barça da época

Messi (três golos) lidera ao tridente numa grande primeira metade dos azuis-vermelhos

 

Messi mostra seu sexto Bola de Ouro ao público do Camp Nou. - AP

GINÉS MUÑOZ (EFE) deportes@extremadura.elperiodico.com BARCELONA
08/12/2019

Leo Messi, autor de um {triplete}, liderou o novo tridente azul-vermelho, que ontem à noite marcou todos os tantos --{Griezmann} e Luis Suárez fizeram os outros dois– na goleada do Barcelona ao Maiorca (5-2) que lhe mantém no liderança. Em seu melhor jogo/partido da época, o Barça, com um jogo {coral} no qual também destacaram {Sergi} Roberto, {Rakitic} e De {Jong}, abusou do princípio ao fim de um Maiorca que acumula sete derrotas como visitante noutras tantas saídas e que demonstrou no Camp Nou porque é que é o pior visitante da competição.

E isso que o conjunto/clube {bermellón} foi o primeiro que pôde adiantar-se no marcador aos seis minutos de jogo. {Valjent} não {acertó} a conetar seu remate à saída de um pontapé de canto e, no posterior pontapé de baliza, {Ter} {Stegen} pôs a bola a {Griezmann} e o francês, após conduzi-lo mais de trinta metros, o picou com mestria sobre/em relação a a saída de Reina.

O guarda-redes interveio em dois remates de cabeça de Busquets e Piqué antes e depois de/após tentar, sem êxito, evitar o primeiro de Messi, quem recebeu de costas para a baliza, se remexeu na frontal da área e conetou um {obús} com a canhota para o 2-0.

VENDAVAL / Luis Suárez avisou com um tiro a um pau após um grande ação pela direita de {Sergi} Roberto e num mano a mano com Reina que malogrou após superar ao guarda-redes do Maiorca, porque ficou sem ângulo e sem forças para rematar a golo.

Em plenário/pleno festival azul-vermelho, {Budimir} recortava distâncias passada a média hora no único disparo entre os três paus dos das ilhas Baleares na primeira metade. Seu remate o desviou {Lenglet} e a bola fez uma estranha parábola que despistou a {Ter} {Stegen}.

Mas o 2-1 era só/sozinho um miragem, porque a esquadra maiorquina, sem contundência atrás e sem recursos ofendidos, seguia/continuava a mercê do Barcelona, que continuou jogando a prazer. Por isso chegaram o terceiro --um disparo colocado de Messi desde/a partir de a central-- e o quarto, antes do descanso/intervalo. Este último foi uma obra de arte que Suárez culminou com um violenta sapatada, depois de/após que De {Jong}, Messi, {Griezmann}, de novo de {Jong} e {Sergi} Roberto {combinaran} ao primeiro toque.

Com o jogo/partido sentenciado e a liderança assegurado uma semana mais, o Barça seguiu/continuou dominando o choque após a reiniciação, mas retirando o pé do acelerador. {Rakitic}, {Griezmann}, Luis Suárez e {Sergi} Roberto puderam fazer o quinto, mas quem voltou a ver porta foi {Budimir}, que cabeceou a golo um grande centro desde/a partir de a direita de {Fran} {Gámez}.

Por se o jogo/partido não estava fechado ainda, Messi se encarregou de liquidá-lo à falta de sete minutos, após receber/acolher dentro do área a bola de Suárez e colocá-lo na esquadra esquerda de Reina. O ‘10’ começou a noite oferecendo ao Camp Nou seu sexto Bola de Ouro e a acabou com um {triplete} que lhe situa à frente da tábua de marcadores.

BARCELONA 5

MAIORCA 2

3 Golos: 1-0: {Griezmann}, {min}.7. 2-0: Messi, {min}.17. 2-1: {Budimir}, {min}.35. 3-1: Messi, {min}.41. 4-1: Luis Suárez, {min}.43. 4-2: {Budimir}, {min}.64. 5-2: Messi, {min}.83.

3Árbitro: {Munuera} Montero (Comité andaluz).

3Estadio: Camp Nou.

3Espectadores: 71.072.

3Barcelona: {Ter} {Stegen}; {Sergi} Roberto, Piqué, {Lenglet}, Juniores; Busquets, {Rakitic} ({Aleñá}, {min}.72), De {Jong} ({Arturo} Vidal, {min}.63); Messi, {Griezmann} (Carles Pérez, {min}.85) e Suárez.

3Mallorca: Reina; Alfaiate, {Valjent}, {Raíllo}, {Gámez}; Dani Rodríguez, Salva Sevilla (Hernández, {min}.59), {Baba} ({Señé}, {min}.71), {Febas}; {Budimir} ({Abdon}, {min}.85) e {Kubo}.