+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Marc Márquez: «Tinha já muita vontade de dançar em cima de a mota»

O multicampeão do mundo treina de novo recuperado de suas problemas. «Nos o passámos muito bem», diz sobre/em relação a o ‘ensaio’ junto a seu irmão

 

EMILIO PÉREZ DE ROZAS deportes@extremadura.elperiodico.com BARCELONA
22/05/2020

Passaram, como todos, mais de dois meses encerrados em suas casas. Alguns, malandros, como o australiano {Jack} Miller se tem ido a seu país para poder/conseguir treinar imediatamente com mota, mas mais do 90% deles têm tido que estar encerrados nos ginásios, em suas casas, em seus povos/povoações e/ou em {Andorra}, onde faz já uns dias que podem praticar com suas motas, esperando que lhes concedessem autorizações para poder/conseguir voltar a pegar/apanhar suas máquinas.

Desde há já uns dias, os residentes em {Andorra}, como {Maverick} {Viñales}, {Àlex} {Rins}, os irmãos {Aleix} e {Pol} {Espargaró}, {Fabio} {Quartararo}, {Tito} Rabat e Joan Mir, por exemplo, têm podido praticar com suas motas no circuito de velocidade de {Pas} da Casa, em {Andorra}. «A verdade é que tinha muita vontade de voltar a dançar em cima de a mota e nos o passámos muito bem», reconheceu Marc Márquez após esta primeira experiência. Agora lhes tem tocado o revezo aos irmãos Marc e {Àlex}, a casal/par da equipa oficial Repsol Honda, campeão do mundo de {MotoGP} e possuidor da Tripla Coroa (título de pilotos, construtores e escuderias), que, na terça-feira passada, pegaram suas motas de cross e foram a praticar deslizamentos e salto no traçado de motocrosse O {Bosquet} de {Ponts}, em Lleida.

Os dois esperam com vontade o regresso do Mundial, que poderia ter lugar, o 19 e 26 de Julho próximo, com dois {GP} consecutivos, de Espanha e {Andalucia}, em Jerez. «Não tenho tido, também não, um inverno muito normal/simples após a operação do ombro direito e antes de subir-se à mota, após dois meses sem tocá-la, tinha esses {run} {run} no estômago de se se me terá esquecido ir depressa, usufruir, mas, nada, à segunda volta já estava em forma e forçando a tope, ou quase», acrescenta Marc.

O {Circuit} de Barcelona-Catalunya, depois de/após 68 dias fechado, reiniciou ontem hoy sua atividade com uma sessão de treinos com normalidade.