+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Manuel, satisfeito da atitude dos jogadores do Extremadura

Os problemas físicos de David Rocha e {Leilei} {Gao} som as preocupações. O treinador deteta um «bom nível» no regresso ao estreitamente después do paralisação

 

Manuel se {higieniza} as mãos durante o treino. - R. M.

RODRIGO MORÁN
23/05/2020

A segunda semana de treinos após a paralisação pelo {covid}-19 está tocando a seu fim para o Extremadura. O plantel fará este sábado uma suave sessão de estreitamente mais e fará um breve descanso/intervalo até ao segunda-feira, onde ainda não poderão fazer exercícios grupais, mas os treinos em grupos, sempre com menos de dez futebolistas.

Manuel Mosquera, o míster, está contente/satisfeito com o que vai vendo: «Me alegra ver já aos jogadores nesta fase de treinos e nos permitiu incidir já numa parte treinador-tática. Estamos bem. Acredito/acho que a equipa, dentro do que tem significado o estado de alarma, chegou a um bom nível e o estamos comprovando».

Especialmente contente/satisfeito está com dois jogadores: Roberto Olabe e Alex Alegría. Som os dois únicos cedidos que tem em seu plantel o Extremadura. Olabe chegou desde/a partir de o {Eibar} e Alex Alegría, do Maiorca. «Estão demostrando um grande acordo/compromisso. Os dois querem acabar com nós e cumprir os objetivos. Olabe está demostrando de novo, outro ano mais, o acordo/compromisso que tem com uma entidade como a nossa». {Franganillo} já adiantou que ambos acabariam a época de azul-vermelho.

Sobre/em relação a as dúvidas pelo início de competição, Manuel segue/continua dobrado a seu artigo 44 e à busca de soluções antes que problemas. «Nós não temos atrasos sobre/em relação a se é o 12 ou o 19 de Junho. Há datas dançando por aí e basta que nos digam quando começamos. Eu sempre {traduzco} as coisas em positivo. Se {tardamos} algo mais, o {aprovecharemos} para chegar melhor e poder/conseguir jogar partidos entre nós». O Extremadura tem previsto fazer simulações de partidos no estádio Francisco de la Hera quando possa fazer estreitamente de grupo completo.

ROCHA, TOCADO / Por enquanto, somente dois futebolistas trabalham à margem. O mais preocupado som os incómodos de David Rocha, que não termina de evoluir positivamente de sua lesão no púbis. Essa lesão já lastrou ao jogador cacerenho durante grande parte da segunda volta e ameaça com deixar-lhe muito tocado para o troço final da época. Nesta semana, não pisou o relva.

Por seu lado, {Leilei} {Gao} chegou do paralisação com uma lesão no gémeo e está realizando corrida/curso em solitário para recuperar musculatura.