Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 29 de março de 2020

Mais felicidade, impossível

Badajoz, Don Benito e Villanovense usufruem de o seu segundo plenário/pleno de triunfos consecutivo, que leva aos primeiros ao quarto lugar e aos outros dois a ocupar praça/vaga de manutenção na categoria/escalão

J. M. O.
22/04/2019

 

«Agora mesmo ninguém pode com a união que há entre hobby/adeptos e jogadores. Sei como estará o Novo Viveiro no sábado». O treinador do Badajoz, {Mehdi} {Nafti}, pronunciava-se assim após vencer em casa do Almería B (1-2) no que foi o sexto triunfo consecutivo dos badajocenses. Parecidas palavras, cada uma em seu contexto, pronunciaram seus colegas Juan García (Don Benito) e Villanovense (Julio Cobos), após as vitórias, também no sábado, perante o São Fernando (4-3) e ao Atlético Malaguenho (2-4).

O segundo ‘9 de 9’ consecutivo dos extremenhos de Segunda B criou um extraordinário ambiente nos respetivos clubes, com as hobbies eufóricos, e mais ontem à tarde: o Badajoz está já quarto e no de Don Benito e Villanovense em postos de salvação/manutenção.

No caso dos badajocenses já dormiram no sábado em postos de privilégio, embora o pior será a lesão de {Kamal}, ao início do jogo/partido, que fará que o médio se perca o final da época, segundo se assegurou ontem. Trata-se de uma rotura/quebra no {aductor}, segundo aventurou o próprio treinador o passado sábado.

Nos outros duas equipas extremenhos, se está feliz por escapar, embora seja momentaneamente, do descida/desmpromoção a Terceira, pelo menos momentaneamente. Nenhum é definitivo, mas sim é evidente um crescimento exponencial inquestionável face no fim da liga regular/orientar, que se encara na melhor das dinâmicas, com resultados sonhados.

«As dinâmicas são assim e nós estamos dentro duma positiva, mas não quero conformar-me. Não quero depender da sorte porque não se pode viver de sensações. Eu quero mais», desejou {Nafti}. No Don Benito e o Villanovense o estado de satisfação não é menor, embora seja no meio do nervosismo por estar ainda assomados ao precipício. Os {calabazones}, olho, somam já 41 pontos, uma cifra verdadeiramente impensável faz apenas umas jornadas. E seu posto atual é o 13. Incrível dinâmica que se espera manter também no Villanovense.

As notícias mais...