Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 17 de fevereiro de 2020

O Madrid segue/continua no {fango}

A Real supera uma equipa branco sem golo nem ideias e que se desengancha do comboio da liga

ROBERTO MORALES (EFE) deportes@extremadura.elperiodico.com MADRID
07/01/2019

 

O Madrid recebeu um {durísimo} castigo para descer do comboio da Liga com o seu segundo picada/pontada consecutiva, uma derrota perante uma Real Sociedade (0-2) melhorada com a mão de {Imanol} {Alguacil}, que conquistou o Bernabéu mais de 14 anos depois perante um rival em depressão, amparado na brilho de {Vinicius}.

Tudo se voltou contra do Madrid para dar um novo passo atrás em Liga. O ‘efeito {Solari}’ se diluiu com a sua primeira derrota da liga no Bernabéu. Sem sorte, nem pontaria, {clamando} perante o árbitro e o {VAR}. Sem soluções futebolísticas para além de um rapaz que ilude ao madrilismo como {Vinicius}. {Engancharse} à Liga ou deixar passar o comboio um novo ano iria acompanhado de sofrimento. É o destino esta época. Muda o ano mas não a dinâmica de partidos. Quase sempre a reboque, novamente obrigado a remontar e sem confiança. Necessitado de referentes.

O Madrid se agarrou com força a {Vinicius} quando se viu abaixo no marcador. O exame uma equipa {alicaído} começava com um grande penalidade absurdo de {Casemiro}. {Sobrexcitado}, num lateral da área numa ação sem grande perigo não pôs-se travão. Atropelou a {Merino} aos 70 segundos de jogo/partido. Como se o tempo fosse a condicionar a decisão do árbitro que não duvidou em assinalar o grande penalidade que transformava {Willian} José. A estreia de {Alguacil} arrancava bem.

O resultado ia a depender da segurança defensiva e o sistema de ajudas para travar a {Vinicius}. Porque o brasileiro era o único que desequilibrava e provocava perigo. Uma ação sua deixou só/sozinho a Benzema que cruzou em excesso seu disparo com tudo para marcar. O francês lhe devolveu a assistência e {Vinicius} não superou a {Rulli} no mano a mano.

Se esperava assedio na reiniciação. O Madrid se jogava a Liga e devia tombar-se mas a realidade foi diferente. Os ajustes táticos de {Alguacil} aumentaram a ordem da Real. Se realizaram ajudas a {Elustondo} perante {Vinicius} e encontraram-se com facilidade os espaços para criar perigo em fase ofendida. Cada contra-ataque fez tremer ao Bernabéu.

O fator fortuna dava as costas a um Madrid que o tentou de todas as formas possíveis. Da efervescência, na qual foram ao {limbo} várias opções de marcar no {arreón}, se passou à mais profunda deceção. Diminuíam sete minutos para o final quando a Real sentenciava uma equipa quebrado quando Rubén Pardo fazia o segundo de cabeça.

real madrid 0

real sociedade 2

3Goles: 0-1, m.3: {Willian} José de grande penalidade. 0-2, m.83: Rubén Pardo.

3Árbitro: {Munuera} Montero (Comité Andaluz). Admoestou a {Marcelo}, {Modric} e {Isco} pelo Madrid; e a {Willian} José pela Real Expulsou a Lucas Vázquez por dobro admoestação (41 e 61).

3Estadio: Santiago Bernabéu (53.412).

3Real Madrid: {Courtois}; {Carvajal}, {Varane}, Sergio Ramos, {Marcelo} ({Reguilón}, m.77); {Casemiro} ({Isco}, m.57), {Kroos} ({Ceballos}, m.80), {Modric}; Lucas Vázquez, {Vinicius} e Benzema.

3Real Sociedade: {Rulli}; {Elustondo} ({Zaldua}, m.69), {Llorente}, {Héctor} {Moreno}, {Aihen} Muñoz ({Zubeldia}, m.84); {Illarramendi}, {Zurutuza}, {Merino} (Rubén Pardo, m.73), {Januzaj}; {Oyarzabal} e {Willian} José.

As notícias mais...