Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 14 de novembro de 2018

{Julen}, professor tático

Estudioso do futebol, o selecionador volta ao Real Madrid, casa na qual se formou como jogador e na qual também provou como treinador

ROBERTO MORALES (EFE)
13/06/2018

 

{Julen} {Lopetegui}, que será treinador do Madrid após a participação de Espanha no Mundial, é o escolhido como sucessor de Zidane por sua semelança com o francês na cumplicidade e a proximidade com o jogador, e como perito tático com habilidade para que suas equipas expressem de memória vários desenhos em função do jogo/partido.

A corrida/curso de {Lopetegui} segue/continua sua progressão após o que será um passo fugaz pela seleção espanhola e que se esperava fosse longo/comprido. Sem derrotas como selecionador, superando recordes de golos e estendendo a linha de jogo marcada por Luis Aragonés e estendida por Vicente del Bosque.

Acrescentando variantes táticas com pressão alta e várias sistemas que enriqueceram o jogo de La Roja antes da chegada ao Mundial de Rússia.

Estudioso do futebol, volta a uma de suas casas como jogador e treinador. Se formou como guarda-redes entre as categorias inferiores da Real Sociedade e as do Castela, filial do Madrid, ao que chegou na época 1985-1986 e no qual jogou três campanhas para ser cedido à As Palmas.

Seu regresso ao Madrid (89-90) foi irrelevante e durante dois cursos foi o terceiro guarda-redes e somente disputou um jogo/partido, perante o Atlético de Madrid, que acabou 3-3.

Esse vazio de minutos provocou o transferência/trespasse/passagem do guarda-redes de San Sebastian ao {Logroñés}, no qual viveu seus melhores anos com três campanhas muito boas que lhe serviram para que Javier Clemente, nessa altura selecionador espanhol, lhe chamasse para o Mundial de Estados Unidos 1994, no qual não jogou nem um minuto.

Depois, o Barcelona se fixou nele e, sem oportunidades em três campanhas, decidiu encharcar no Rayo Vallecano, no qual foi uma figura sempre respeitada até que pendurou finalmente os luvas em 2002.

Passou praticamente esse mesmo ano a iniciar/dar início uma corrida/curso bem-sucedida nos bancos. Se calhar cedo para dirigir uma equipa do carisma e a exigência do Rayo. Tão somente o dirigiu onze partidos em Segunda num ano convulso que acabou com descida/desmpromoção ao inferno da Segunda B.

Durante um parêntesis de quatro anos seguiu/continuou com o estudo e o crescimento na sombra enquanto exerceu de comentador desportivo em televisão. Em 2008 se produziu seu primeiro regresso à casa branca, ao Castela.

A chamada da {RFEF} foi irrecusável e foi nas categorias inferiores da Vermelha nas que começou a colher êxitos. Daí à absoluta, ao Mundial. E agora, volta a casa, ao Madrid.

As notícias mais...