Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 19 de agosto de 2019

Jorge Campillo não começa com bom pé o {British} {Open}

O extremenho está no posto 126 com {+5}; García e {Rahm}, terceiros, os melhores espanhóis

REDACCIÓN / EFE
19/07/2019

 

Os ‘{majors}’, os torneios ‘grandes’ do mundo do golfe, continuam sem ser terreno propício para Jorge Campillo. Depois de/após três participações (ontem iniciou a quarta) se lhe seguem/continuam entupindo e hoje deverá melhorar muito se quer conseguir o objetivo de passar o corte que se tem marcado para esta segunda presença no {British} {Open}. Não o conseguiu no passado ano em {Carnoustie} e não o terá agora fácil no {Royal} {Portrush}, na costa de Irlanda do Norte. O cacerenho tem arrancado sua participação com um mais cinco (76 golpes) que lhe deixa no posto 128 e longe do corte. Mas não é impossível superá-lo. Campillo, que neste ano tem ganho seu primeiro torneio do circuito profissional (o Troféu {Hassan} II), tem realizado grandes voltas noutras encontros e a essa esperança agarra-se agora.

Iniciou seu percurso/percorrido o extremenho com um par no cova 1, mas cedo picou. No 2, um {bogey} que se repetiu depois nos 6, 7 e 9. A primeira parte a fechou com um nada promissor {+4}. Entrou com melhor pé na segunda parte e no cova 11, sua primeira alegria, um {birdie} que servia para animarle, embora nos dois últimas covas, o 17 e 18, {sendos} {bogeys} davam ao {traste} com suas esperanças.

Quem sim começou com bom pé foi Sergio García, terceiro numa classificação que lidera em solitário o norte-americano J.B. {Holmes} (-5). O {castellonense} conseguiu um menos 3, o mesmo resultado que {Jon} {Rahm}, que por momentos chegou a estar no mais alto, mas que se complicou nos últimos covas de seu percurso/percorrido ({bogeys} no 15 e o 18).

«Estou contente/satisfeito porque não era fácil. Fazia vento e temos de baterle muito bem à bola. Felizmente tenho pegado muitas ruas e tenho batido os ferros bastante bem», disse satisfeito García, que arranca entre os primeiros seu vigésimo terceiro {Open} {Championship}.

«Nos tem chovido um par de vezes [isso mesmo o sofreu Campillo], não é que tenhamos jogado em {bermudas} e sem vento. Nos tem caído algum aguaceiro, mas não me {quejo} em absoluto», comentou o {castellonense} sobre/em relação a as condições climáticas durante a manhã.

As notícias mais...