+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Hidalgo pede que o desporto adquira mais protagonismo

O presidente da {ADESP} solicita um papel na ‘reconstrução’

 

José Hidalgo, ontem no Congresso dos Deputados. - {ADESP}

REDACCIÓN
09/06/2020

A Associação do Desporto Espanhol ({ADESP}), com seu presidente à cabeça, o extremenho José Hidalgo, participou ontem pela primeira vez na Comissão de Reconstrução Económica e Social que se está celebrando no Congresso dos Deputados.

Hidalgo pôs em valor como, para ele e para a associação que dirige, o desporto é uma ferramenta imprescindível no engrenagem da reconstrução pois melhoria a saúde, a qualidade de vida e representa um motor económico e social que promove quase 300.000 postos de trabalho diretos no nosso país.

E tudo isso, pôs a manifesto, face ao sedentarismo, que representa quase 1.500 milhões de euros de custos sanitários anuais e mata a mais de 52.000 pessoas cada ano em Espanha.

O {villanovense}, presidente da Federação Espanhola de Triatlo durante as duas últimas décadas, explicou aos diferentes grupos da Câmara como relevantes estudos detalham que o Desporto Federado Espanhol necessita 100 milhões de euros mais para estar na média/meia dos países do nosso ambiente, «um afastado no qual mesmo Portugal nos supera em investimento por habitante e rendimento per capita».

TURISMO DESPORTIVO / José Hidalgo pediu também um impulso para o turismo desportivo como dinamizador do turismo nacional, gerando assim um novo horizonte para o sector, e tem incidido em como o Desporto é uma eficaz ferramenta para a igualdade, a inclusão e a coesão da nossa sociedade.

«Seria uma magnífica notícia que o Congresso dos Deputados aprovasse medidas que impulsionem e articulem a luta contra o sedentarismo e reconheçam ao Desporto como uma Atividade de Interesse/juro Geral para este país. Têm pela frente/por diante muito estreitamente e muito difícil», manifestou Hidalgo aos deputados que conformavam o auditório.

Do mesmo modo, solicitou que «como sempre, contem connosco para trabalhar e melhorar este grande projeto diverso, plural e coletivo que se chama Espanha. Mas não se esqueçam, o mundo do desporto faz demasiado tempo que lhes espera», lhes transmitiu o extremenho.

COM DOCUMENTO / Os representantes políticos receberam o Plano de Reconstrução e Ativação do Desporto Espanhol, um documento elaborado por {ADESP}, «imprescindível face a a etapa {post} {covid}, pois conta com 24 medidas e 56 recomendações para ajudar à reativação do nosso desporto».

Tudo isso, segundo reflete a própria associação numa nota de imprensa distribuída na tarde de ontem aos meios de comunicação, no qual se expressava a esperança para a melhoria.