Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 3 de abril de 2020

Ginástica rítmica, um valor em alta na comunidade

O {Gimnástico} Almendralejo e o {Hadar} conseguem sobressair no início da Liga Nacional Iberdrola

E. P. E. deportes@extremadura.elperiodico.com CÁCERES
10/03/2020

 

O Clube {Gimnástico} Almendralejo Extremadura conseguiu um bronze na geral e Irene Martínez obteve três bronzes mais com os aparelhos de mãos livres, corda e fita na primeira fase da Liga Nacional Iberdrola de ginástica rítmica em Primeira Divisão. Além disso, para orgulho deste desporto na região, o Hadar de Cáceres foi primeiro em Terceira Divisão, à frente de {Torrevieja} e {Lledó}. {Natalia} {Esteban}, Carla Rojo e Paula Arciniega foram as protagonistas.

A Liga Iberdrola é a competição de clubes mais importante da Ginástica Rítmica em Espanha e onde Extremadura cada vez está tendo maior/velho presença nos primeiros postos. Em Valladolid, Irene Martínez, Marta Álvarez e Raquel Gil conseguiram a proeza de de levar ao clube {almendralejense} ao terceiro posto na geral da primeira fase.

A entidade de Terra de Lamas acumula já dois anos consecutivos não só/sozinho conservando a categoria/escalão, mas metendo's na final dos cinco melhores clubes do país e obtendo medalhas individuais em diferentes aparelhos e em diferentes fases. E agora nesta ocasião, as raparigas de {almendralejo}, as três ginásticas locais, deram um passo mais subindo ao pódio no terceiro lugar na geral. «Não podemos estar mais contentes e orgulhosos deste maravilhoso trio de Almendralejo, de novo as três ginásticas nos fizeram vibrar e comover-nos, usufruindo para além de seu carisma e seu bom fazer», destaca o próprio clube.

As notícias mais...