+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A fase para ascender à Liga Endesa se dilui para o Cáceres

A Federação Espanhola está prestes a anunciar o cancelamento da cita/marcação/encontro. Valladolid e {Detelco} {Gipuzkoa} seriam os dois conjuntos com o direito a subir

 

JAVIER ORTIZ deportes@extremadura.elperiodico.com CÁCERES
22/05/2020

A hipotética fase de promoção à Liga Endesa onde participaria o Cáceres Património da Humanidade se evapora. Começa a ser ‘vox {populi}’ que esta competição, na qual se outorgariam as duas praças/vagas na máxima categoria/escalão às que tem direito a LEB Oro, não se disputará pelas numerosas dificuldades de toda índole que implica.

Salvo giro/gracioso imprevisto dos acontecimentos, na segunda-feira a Federação Espanhola de Basquetebol ({FEB}) fá-lo-á público e atribuirá os dois promoções aos dois primeiros classificados da liga regular/orientar quando a competição se teve que interromper pelo {covid}-19: {Carramimbre} Valladolid e {Detelco} {Gipuzkoa}. O sono/sonho do conjunto/clube extremenho não irá mais longe e sua época se dará por concluída na nona posição.

Os sinais de que isto será assim resultam inumeráveis. Para começar, muito poucos clubes se estão movendo estas últimas semanas para preparar a fase de um modo efetivo. Praticamente a única exceção é a equipa atribuída ao Cáceres nos quartos-de-final de um {mini} torneio que ia ser com sede única ao longo/comprido de 3 ou 4 dia ao sumo na última semana de Junho: o {Leyma} Corunha. O clube galego sim publicou por meio de seus redes sociais que seus jogadores tinham passado reconhecimentos médicos e que estavam preparados para voltar à atividade. No resto dos participantes (Valladolid, {Gipuzkoa}, Alicante, {Breogán}, {Palencia}, Melilla e Cáceres), pelo menos a nível oficial, só/sozinho houve ordens dos preparadores físicos às planteis/quadros para que se mantenham em forma de modo individual pelo sim pelo não.

MUITAS RAZÕES / Após uma negociação longa na finalmente se optou por esta fórmula, no fim a lógica se está a fazer cada vez mais inflexível. Os principais motivos som os sanitários e simplesmente logísticos. Nem sequer as cidades às que representam os clubes encontram-se nas mesmas fases de {desescalada} ({Palencia} e Valladolid estão em Castela e Leão). Depois está a questão dos testes para controlar que nenhum dos desportistas tem o vírus e pode contagiar a companheiros/colegas e rivais. É duvidoso quem teria que assumir a despesa e a periodicidade com a que teriam que submeter-se a eles durante pelo menos quatro semanas de estreitamente em pista.

Além disso, as equipas teriam que conseguir que os numerosos estrangeiros que têm regressado a seus países conseguissem viajar a Espanha e, partir de nessa altura, passar uma quarentena obrigatória de 15 dias, o que lhes deixaria muito pouca margem de treinos face a a cita/marcação/encontro de finais de Junho. No caso do Cáceres, que seria dos menos afetados, tem a {Arkeem} Joseph em Estados Unidos, a {Jordy} {Kuiper} na Holanda e a {Sylvester} {Berg} em Dinamarca.

Também teria que encontrar uma sede que assumisse as despesas da organização sem que tivesse contraprestação possível com a venda de bilhetes. São Pedro del Pinatar, em Alicante, foi a única cidade que, pelo menos de forma pública, mostrou interesse/juro. Também não é a LEB Oro uma liga que atraia tradicionalmente ao dinheiro televisivo.

E, antes de qualquer outro aspeto, teria que tirar aos desportistas que estão incluídos nos processos temporários de regulação de emprego que têm aplicado a maior/velho parte dos clubes.

¿E DEPOIS? / Com {Carramimbre} Valladolid e {Gipuzkoa} com os postos de promoção atribuídos, começará nessa altura uma nova batalha: a Liga Endesa, que suprimiu as descidas esta época pela situação gerada, é contrária a alargar de 18 a 20 a ordenado de equipas por motivos de seu já apertado calendário. Se calhar se veja obrigada a admitir a {pucelanos} e de San Sebastian e reformar sua sistema de competição ou bem pode procurar um acordo económico com ambos a modo de compensação.