+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

El Extremadura espera cerrar hoy la cesión de Alex Alegría

{La} preferencia del jugador placentino por vestir de azulgrana puede ser determinante

 

Alex Alegría, à direita, pugna com {Zarfino} no Extremadura-Sporting da passada época. - ALBERTO LORITE

RODRIGO MORÁN
24/01/2020

Parece que à terceira será a vencida. Alex Alegría poderia converter-se no grande contratação do Extremadura para este mercado de inverno. Por enquanto, seu nome, aparece no grande telenovela da semana, embora nesta ocasião pode acabar com final feliz para ambas partes.

Salvo giro/gracioso inesperado (que não é de estranhar no futebol), o jogador de Plasencia assinará hoy o seu contrato para sair cedido do Real Maiorca ao Extremadura até final da época. Assim ficou acordado entre as partes numa reunião celebrada ontem e que deve rubricar-se hoy com a assinatura. De confirmar-se, o avançado/ponta de lança extremenho seria o nove escolhido pelo Extremadura para encontrar os golos que se lhe têm resistido na primeira volta.

Alegría, que assinou com o Maiorca este verão, apenas tem tido protagonista com o conjunto/clube {bermellón} em Primeira Divisão. Somente jogou seis partidos, todos de suplente, com 107 minutos a suas costas. Isso e a Copa del Rey, onde marcou um golo. Esse escasso protagonismo lhe tem ensinado a porta de saída e o Extremadura poderia ser sua nova casa até final de ano.

A operação não é nada simples. Mais de cinco equipas de Segunda mostraram um interesse/juro muito sério por contar com Alex Alegría, embora foi o Extremadura o que mais forte tem lançado. El Extremadura, e o Albacete, que ontem esteve até última hora tratando de convencer a clube e jogador para arrebatarle a contratação aos azuis-vermelhos. Aí, a preferência do jogador de vestir de azul-vermelho, foi determinante. Alegría considera que pode ser um bom lugar, sua terra e o Extremadura, para voltar a receber o instinto marcador que leva dentro e que se tem apagado nas últimas campanhas.

De materializar-se a cessão, o Extremadura veria por fim realidade um desejo que se lhe tem resistido até em duas ocasiões. Primeiro, no mercado de inverno do ano passado, quando o jogador se viu seduzido por uma oferta quase irrecusável do Sporting de Gijón. E, a seguir, no passado verão, quando a oferta do Maiorca para jogar em Primeira era muito mais suculenta que a do Extremadura. À terceira pode ser a vencida. Hoy é o dia chave para a assinatura, se nada se torce a última hora.

Concentrado s / El Extremadura espera como água de Maio a Alex Alegría para que, mesmo, pudesse viajar no sábado a Madrid e jogar no domingo em {Vallecas} perante o Rayo Vallecano. Não obstante, enquanto isso acontece, o plantel somente quer pensar no verde.

«Sabemos que é uma semana diferente e são circunstâncias do mês de Janeiro o das saídas e bilhetes, mas os que estamos aqui somos os únicos que podemos conseguir os três pontos», advertia ontem Kike Márquez em sala de imprensa.

El jogador {sanluqueño}, que tirou seu melhor repertório perante o Almería, advoga por não repetir mais os partidos de {Mirandés} nem {Girona}: «esse não pode ser o caminho e sim o encontro que fizemos no domingo passado».

El Rayo Vallecano, rival do Extremadura no domingo, terá a baixa de Adrián Embarba, seu máximo marcador, que vai-se embora ao {Espanyol}. Para suprirle, os madrilenos têm assinado a {Isi} {Palazón}, da {Ponferradina}.