Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 25 de novembro de 2017

O Atlético inicia diante da Roma uma nova edição de seu grande {desafio}

{Griezmann} voltará a ser o referente no ataque

AGENCIAS MADRID
12/09/2017

 

O regresso de {Antoine} {Griezmann}, depois de/após dois partidos de sanção na Liga, rearma hoje ao Atlético de Madrid para a visita a Roma (20.45 horas), o reinício do grande desafio do conjunto/clube vermelho e branco: a Liga de Campeões, o único título que se lhe tem resistido ainda ao plantel/elenco de {Simeone}.

É uma vez mais a ambição da equipa vermelho e branco, que retoma esse enorme repto/objetivo desde o grupo C, no qual também competem o Chelsea e o {Qarabag}, e desde o estádio Olímpico de Roma, o cenário que acolherá a volta de {Griezmann} depois de/após dois encontros de sanção na Liga ou 24 dias sem poder/conseguir jogar com a t-shirt {rojiblanca}.

A dúvida é quem será seu colega na dianteira. Há quatro opções para essa posição: Fernando Torres, suplente nos dois últimos choques; {Gameiro}, reaparecido já de sua operação de {pubalgia} com os 20 minutos que disputou perante o Valência; Correia ou {Vietto}, a casal/par titular os dois últimos duelos.

Noutras posições se prevêem mais mudanças em relação à {alineación} de sábado na Liga. Em defesa, por exemplo, em três das quatro demarcações, com as entradas de {Godín} e {Giménez} no centro, mais {Vrsaljko} no lateral direito. No esquerdo seguirá/continuará {Filipe} Luis, de volta face ao Valência.

E no centro do campo num, dois ou nenhum posto. Com {Saúl} e {Koke} como homens fixos, às outras duas praças/vagas dessa linha optam {Gabi}, suplente dois partidos consecutivos, contra As Palmas e Valência, pela primeira vez na era {Simeone}, ou Thomas e {Yannick} Carrasco ou {Gaitán}.

Enfrente, o Roma, de volta à Liga de Campeões uma época depois, somente tem ganho um dos seus últimos sete choques em casa nesta competição, com quatro derrotas incluídas; não tem vencido nenhum de seus seis duelos mais recentes neste torneio.

As notícias mais...