+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O Arroyo perde de forma clara perante o Autos Cancela {Zalaeta} por 3-0

A extremenhas acumulam cinco derrotas seguidas/continuadas

 

REDACCIÓN
23/02/2020

O Extremadura Arroyo não termina de pegar/apanhar o ritmo à competição após a reiniciação da competição de Superliga 2 Feminina propiciada pelo paralisação natalícia, e este sábado cedeu sua quinta derrota consecutiva, nesta ocasião perante o Autos Cancela {Zalaeta}, pelo estimativa final de 3-0 (25-20, 25-17 e 25-22).

Apesar da contundência do resultado, a equipa cacerenho mostrou signos duma ligeira melhoria em relação a partidos anteriores, como quando ia perdendo 24-16 no terceiro set, e conseguiu forçar ao treinador galego, Jorge Juan Barrero, a solicitar dois tempos mortos quase de forma consecutiva, após concretizar um parcial de 0-6, que lhe aproximou no marcador a tão somente dois pontos (24-22).

A oposta Alba {Quirós} mostrou-se como a jogadora do quadro corunhês mais produtiva no ataque (19 pontos), bem apoiada por {Enma} {Ordóñez} (12) e {Andrea} {Rivas} (9). No conjunto/clube cacerenho, uma jornada mais, a ponta {receptora} {Yohana} Rodríguez se erigiu na máxima anotadora da sua equipa (14), à frente de {Luana} Silva (12) e {Isabela} {Quiuqui} (7).

O jogo/partido começou com um nítido domínio do quadro galego na rede, sobretudo em defesa em primeira linha, faceta na qual conseguiu sete pontos no cômputo global, por nenhum de seu adversário.

Após inscrever-se o primeiro jogo, o {Zalaeta} incrementou um ponto mais a eficácia de seu tire e seu ataque para abrir brecha no marcador (14-6).

Uma notável reação do conjunto/clube que dirige Adolfo Gómez lhe aproximou no eletrónico (18-15), mas de novo o quadro galego voltou a mostrar-se superior na rede para certificar o triunfo parcial por 25-17.

UM RITMO INALCANÇÁVEL / No terceiro e à sobremesa definitiva manga, o Extremadura Arroyo chegou a pegar/apanhar a iniciativa no marcador (2-3, 4-5), mas após o empate a cinco, {Zalaeta} impôs um ritmo de jogo que não pôde seguir/continuar seu adversário (24-16). Foi nesse momento quando apareceu a figura da até então pouco/bocado brilhante Silva para aproximar a seu plantel/elenco (24-22), mas um ataque da local {Andrea} {Rivas} cortou a reação cacerenha e concretizou o triunfo da equipa galego (25-22).

A próxima jornada, a esquadra cacerenha receberá em seu próprio feudo a {Leganés}, um encontro que se antoja muito importante para o Extremadura Arroyo, se não quer ver-se implicado na luta por evitar a descida nas últimas jornadas.