Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 16 de janeiro de 2018

Álvaro volta à ‘{manada}’

O novo futebolista do Villanovense tem regressado por «as pessoas, os companheiros, o corpo treinador, a direção; é um sítio perfeito porque a adaptação já a tenho». «Ainda não está para jogar», diz {Ania}

CARLOS PINO
13/01/2018

 

Não mudou muito Villanueva de la Serena desde que Álvaro González foi o verão passado rumo a suas férias. Por isso não lhe vai custar adaptar-se a um ambiente que conhece bem, embora com matizes diferentes aos do ano passado. Há outro treinador e jogadores diferentes. Se o curso anterior ele era um revulsivo dentro duma plantel/quadro cheia de qualidade, neste ano está chamado a ser uma peça importante para os objetivos que se marca o clube.

O futebolista não dá um motivo somente pelos que acredita que Villanueva é um grande sítio para jogar futebol. «As pessoas, os companheiros, o corpo treinador, a direção e para passar a segunda volta é um sítio perfeito porque a adaptação já a tenho».

O exfutebolista do Cartagena, Recriativo de Huelva ou {Betis} B, entre outras equipas, confessa que agora toca recuperar a forma depois de/após levar várias semanas desempregado/parado. «Acredito/acho que agora pôr-me de titular seria um suicídio, porque agora está claro que tenho que voltar a começar a pegar/apanhar sensações», declarou. Espera estar a cem por cento num par de semanas e começar a render bem na próxima.

Álvaro González revela que outra das razões pelas que se tem decantado por voltar a vestir-se de verde foi a confiança que mostrou nele Iván Ania, com quem tem falado nos últimos dias e quem insistiu muito em sua incorporação. «Me deixou claro que é o que quer de mim e estou disposto a dar-selo».

O novo extremo {serón} acredita que a segunda volta vai ser dura porque todas as equipas se reforçam, mas confia em que o Villanovense consiga o primeiro dos objetivos marcados, a salvação/manutenção. «Temos que chegar a os 45 pontos tão cedo quanto possível. Agora me toca esperar, mas tenho muita vontade de começar», recordou o futebolista andaluz.

O diretor-geral do clube, Francis Bordallo, agradeceu a eleição do jogador {onubense} por Villanueva de la Serena e assegurou tratar-se de um futebolista com um perfil que eles iam procurando desde há tempo. «Procurávamos alguém rápido, vertical, com desequilíbrio e que se dá golo, pois melhor», recorda.

Adaptação rápida

Para Bordallo algo que também soma para bem em González é o facto/feito de que conheça o ambiente do clube e à plantel/quadro, o que beneficiará a que se adapte melhor ao plantel/elenco e em menos tempo. «Me consta que fez um esforço por vir aqui. Tinha oferta de outros clubes e se tem decantado pelo Villanovense, o que a nós nos honra.

Uma vez que Álvaro González esteja plenamente integrado no plantel/elenco se verá se Ania o convoca e lhe dá minutos no jogo/partido de domingo em Granada ou o reserva para que debute a semana que vem contra As Palmas Atlético. Após a apresentação, o jogador já pôs-se as botas e começou a treinar como um mais com os restantes companheiros. «Ainda não está em condições de poder/conseguir jogar», declarou Ania após a apresentação, embora já são conhecidos as mudanças de última hora nas convocatórias que faz o treinador asturiano, pelo que não seria de estranhar verle aquecer amanhã em Granada.

As notícias mais...