Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 21 de septembro de 2018

Almendralejo também joga a final

Uns 5.500 adeptos já têm retirado sua entrada para o jogo da primeira mão da final pelo promoção a Segunda perante o Cartagena deste domingo. As bilheteiras permaneceram abertas durante mais de doze horas e o cheio no estádio está quase garantido

RODRIGO MORÁN deportes@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
13/06/2018

 

Na terça-feira era o único dia de descanso/intervalo para o pessoal do Extremadura, mas a final pelo promoção a Segunda Divisão já se estava jogando por outro sítio. Almendralejo e seu hobby/adeptos foi a primeira em mover a bola nesta histórica cita/marcação/encontro para o futebol extremenho. Bem é certo que as expectativas para o dobro duelo perante o Cartagena eram máximas, mas a realidade as tem transbordado todas. Uns 5.500 adeptos retiraram ontem suas entradas das bilheteiras do Francisco de la Hera num dia que ficará gravado pela loucura vivida na rua Colômbia, junto ao coliseu azul-vermelho. As bilheteiras abriam às dez da manhã, mas desde as 7.50 minutos já tinha pessoas esperando nos lancis e acerados ‘pegando a vez’. Uma autêntica loucura.

Quando Juan Soria, encarregado do {area} social do clube quis destapar a primeira das guichés, mais de 350 pessoas esperavam já para tirar sua localidade, o pilhagem mais prezada nesta semana em Almendralejo. A policia municipal, que começou a receber/acolher chamadas sobre/em relação a a impossibilidade de circular pela zona, viu-se obrigada a cortar/fechar durante todo o dia a rua Colômbia para facilitar a espera aos seguidores. A via permanecerá cortada toda a semana.

Telemóveis, sandes, refrescos, bonés para mitigar o calor. «Tenho vindo às dez da manhã e são as três. Ainda me fica um quarto de hora, mais ou menos, mas isto vale a pena. É algo histórico», dizia um adepto incondicional do Extremadura. Alguns estavam por encomenda: «Meu filho me deu três adubos/prestações/pagamentos e tenho que tirar nove entradas. Me disse que igual me trazia algum mais», dizia outro maior.

É que cada pagado pode tirar dois entradas mais a preço reduzido. Se tivermos em conta que o Extremadura excede os 5.000 sócios, é provável que o cartaz de ‘não há notas/bilhetes’ se pendure mais cedo que tarde.

Paciência

«Sabemos que as pessoas tem pressas, mas lhes pedimos um pouco/bocado de paciência e ordem/disposição. Há entradas para todos e estamos tratando de agilizar o máximo possível tudo o processo da venda. Sabiamos que ia a ver pessoas, mas foi demasiado», confessava ontem Juan Soria.

O clube também tem enviado um pacote de entradas a preços reduzidos para os seguidores do Badajoz e o Aceuchal. José Castaño, presidente de este último, passava ontem pelas escritórios para levar-se o {pack}. «Estão quase todas pedidas, já que há muitas petições/pedidos ali também».

Horário

Por outro lado, já se conhece o horário oficial do jogo da segunda mão no {Cartagonova}. Será no domingo 24 de Junho, às 18.30 horas, similar à ida.

Ambas as equipas regressam hoje aos treinos. O Extremadura se exercita na cidade desportiva. No Cartagena, {Chavero}, se confirma como baixa para o primeiro jogo/partido.

As notícias mais...