Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 19 de agosto de 2019

Alex López, à procura de a felicidade

O avançado/ponta de lança catalão aceitou uma diminui importante de seu salário para poder/conseguir sair ao Extremadura e ter a oportunidade para demonstrar que pode jogar mais em cima. Confessa que se encontrou um balneário «carinhoso, amável, unido e muito forte»

RODRIGO MORÁN
13/08/2019

 

Dicen que um não é donde nasce, mas donde se faz. E assim acontece em muitas ocasiões com os futebolistas, autênticos trotamundos de equipas que nunca sabem em que lugar vão a destapar o boião de essências que quase todos levam consigo no futebol profissional. Alex López, flamejante novo avançado/ponta de lança do Extremadura, apenas levava uns dias em Almendralejo quando lhe tocou estriar-se no sábado em seu novo estádio, perante seu novo público e frente a um {Sevilla} de competições europeias. Lhe bastaram 20 minutos para deixar seu selo em forma de golo, um tanto/golo de puro avançado/ponta de lança. Desses que só/sozinho marcam os que estão no lugar exato.

Alex López também procura seu lugar no futebol profissional. Depois de/após dois épocas brilhantes no Maiorca, plantel/elenco ao que ajudou a subir de Segunda B a Primeira Divisão, o jogador {tarraconense} tem tido que sair de Palma ao não contar para o corpo treinador de Vicente Moreno. Alex sabe que são coisas do futebol, mas em seu círculo mais íntimo não esconde sua raiva por terle privado desta oportunidade em Primeira.

Procurando novos horizontes, o avançado/ponta de lança catalão decidiu ouvir o interesse/juro do Extremadura. A operação não foi nada simples. Parecia que, em dias, se tinha fechado sua cessão ao quadro azul-vermelho, mas o Maiorca pedia mais dinheiro e a quantidade/quantia oferecida pelo Extremadura não alcançava à ficha do jogador no plantel/elenco {bermellón}. No fim, depois de/após meio mês de intensas negociações, todas as partes cederam, incluído Alex López, que tem renunciado a parte de sua ficha para vestir de azul-vermelho. El Maiorca o queria fora, embora não assim parte da bancada, que lhe mostrou um carinho e respeito enorme na sua despedida.

Próximo, risonho e iludido. Assim chegou este novo avançado/ponta de lança ao Francisco de la Hera. Com golo baixo/sob/debaixo de o braço: «bom, isto é muito longo/comprido e temos de treinar dia-a-dia. Mas sempre com esforço e humildade podem sair as coisas», confessava ontem.

Em sua apresentação oficial, Alex López evita pôr-se reptos/objetivos, mas não dúvida em assinalar que o trabalho, o esforço e o acordo/compromisso não vão a falta. Com Manuel Mosquera, isso é quase impossível, «e eu me sinto identificado com essa ideia. Nos pede que {presionemos} e {corramos} muito, que logo a qualidade sempre sai».

El jogador procura casa em Almendralejo durante estes dias e espera encontrar em terras extremenhas seu lugar idealizador para crescer. Seu casal/par terra ascendência extremenha, em Navalmoral de la Mata, e já lhe tem posto em aviso da pessoas que se encontrará em sua nova aventura. Por enquanto, Alex confirma que «me encontrei um balneário de pessoas carinhosas, amável, que está forte e unido. As incorporações são muito boas e penso que se fez um bloco com experiência na categoria/escalão».

El Francisco de la Hera já começa a usufruir com seu novo avançado/ponta de lança, um jogador que tem apostado em Almendralejo para seguir/continuar lavrando seu próprio destino. El aríete confessa que espera estar em Lugo, onde com certeza será uma das principais armas do ataque azul-vermelho.

Ao trabalho

El Extremadura voltou ontem à tarde ao trabalho para iniciar/dar início a primeira semana prévia ao início da competição. A melhor notícia é a recuperação total de Sergio Gil, um ex do Lugo que estará pronto/inteligente/esperto para medir-se a seu anterior plantel/elenco. Hoje, o Extremadura mantém as dúvidas de {Pinchi}, {Fran} Cruz e Aitor, enquanto {Airam} {Cabrera} está descartado por lesão.

El Lugo, seu primeiro rival, fechava ontem a volta de Gerard Valentín, cedido pelo {Depor}.

No Francisco de la Hera também continua a atividade a um ritmo frenético. Por um lado, ontem começaram os trabalhos para a renovação total do relva, enquanto nas escritórios, os trabalhadores do clube começaram a repartir aos mais de 8.000 pagados seus cartão de maneira física. A campanha segue/continua aberta durante tudo o mês de Agosto.

As notícias mais...