Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 26 de septembro de 2018

«Adorei o Badajoz quando jogou em Múrcia», diz {Pol} {Ballesté}

O novo guarda-redes {blanquinegro} se confessa muito iludido por fazer parte do clube

JOSÉ LUIS VELA
13/01/2018

 

Estou muito feliz de estar num clube importante como este e, sobretudo, iludido de poder/conseguir jogar, treinar com os meus companheiros e de que tudo vá bem». Assim o assegura {Pol} {Ballesté}, o novo guarda-redes do Badajoz. O guarda-redes catalão, de 22 anos, chega procedente do {UCAM} Múrcia e conta com larga experiência em Segunda B apesar de sua juventude.

Formado na pedreira/formação do Barcelona, pertenceu a A {Masía} durante 7 anos e depois {militó} no Atlético Malaguenho, O Pau, o Granada B e o {UCAM}.

{Pol} explicou que sua contratação se produziu «justo ao fazer-se pública a rescisão com o {UCAM} Múrcia. Recebi a chamada de Víctor López e foi bastante fácil chegar a um acordo após falar com meu representante». Reconhece que «não estava contando com muitos minutos em Múrcia e a melhor opção era vir aqui. Será coisa do míster se jogo ou não, mas {trabajaré} duro porque tenho muita ilusão/motivação em jogar aqui».

Ao objetivo/meta adorou o Badajoz quando o viu jogar em Múrcia. «Na {Condomina} o Badajoz adorei, me gostou muito e nos pôs as coisas muito difíceis nesse jogo/partido. Me surpreende que o Badajoz esteja tão abaixo a estas alturas, mas acredito/acho que há muito bom plantel/elenco, bom grupo e o objetivo se cumprirá, seguro».

{Pol} tem experiência em Segunda B «e é um grau/curso universitário importante no desporto e na vida. Tenho uma trajetória em equipas importantes que não te serve para nada se logo não {cumples}, mas tenho tido a sorte de estar em grandes clubes e cidades e espero poder/conseguirlo expressar no Badajoz».

Por último, disse que «a competência sempre é boa. Já tenho conhecido a meus dois companheiros de baliza, são {grandísimos} guarda-redes, muito bons jovens e quem se o ganhe estará na baliza. Toca trabalhamos/trabalhámos duro».

Por outro lado, o Badajoz que preside Pablo Blázquez celebrou ontem a primeira das duas assembleias gerais extraordinárias deste fim-de-semana. Foi às 20.30 horas em {IFEBA} para explicar aos sócios as sociedades anónimas desportivas, suas características e funcionamento, bem como a exposição do projeto para transformação em {SAD} do CD Badajoz.

Deste modo, às 11.30 horas de domingo em primeira convocatória e às 12 em segunda, no salão de atos da {Rucab} (Residência Universitária Caja Badajoz), os sócios votarão primeiro se desejam que o CD Badajoz se converta em {SAD} e em caso afirmativo uma segunda votação com a pergunta: «¿Deseja que a conversão em {SAD} se realize segundo o projeto exposto o passado dia 12 de Janeiro?».

As notícias mais...