Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 17 de fevereiro de 2020

Um milhar de apoios contra uma antena telefónica junto a um colégio em {Pinilla}

Faz muito tempo o bairro assinou um acordo para que não se instalassem mas não se aplica. A {ampa} da escola Extremadura soma-se ao protesto e remete um escrito/documento à Junta

G. G.
12/07/2019

 

Pidieron que não se instalasse e agora um milhar de firmas/assinaturas reclamam que se retire. Os vizinhos/moradores do número 23 de Heróis de Baler mostraram-se faz meses contrários à instalação duma antena de telefonia de grandes dimensões no prédio por «o risco» que supõe o efeito das ondas eletromagnéticas, mas apesar da oposição/concurso público cidadã, ontem arrancou o processo para colocar o dispositivo na zona mais elevada do prédio com uma grua que ocupou durante a manhã parte do faixa de rodagem da avenida.

Foi em Fevereiro quando os vizinhos/moradores de {Pinilla} iniciaram sua cruzada contra a antena. Já anunciaram que arrancavam um processo com uma campanha para recolher apoios dos blocos próximos. A esta iniciativa se uniu também a associação de pais e mães da escola Extremadura, a uns metros do prédio. Nesse sentido, manifestaram sua rejeição rotunda pelas «possíveis interferências» quando a antena acumule um grande volume de emissão de ondas e que repercutirá em seus filhos. De facto, os pais e mães tem remetido um escrito/documento à Conselheria de Educação. Este diário/jornal pôs-se em contacto ontem com a Junta para conhecer sua avaliação em relação mas não recebeu resposta.

Um dos inquilinos do bloco lamenta a este diário/jornal a situação e critica «que estejam lucrando's com problemas para os demais». Cabe {recordar} que faz quinze anos o bairro já se mobilizou pelo mesmo motivo, neste caso no número 6 da rua {Españoleto} depois de/após que a empresa oferecesse aos vizinhos/moradores um cânone de 9.000 euros. De facto, os próprios residentes da avenida assinaram um documento coletivo para que não se instalassem antenas de telefonia em nenhum bloco da zona embora o inquilino reconhece que não se aplica. Em última instância, propõem alternativas à empresa de telefonia como que se instalem antenas mais pequenas em lugar «duma {grandísima} ao lado de um colégio».

As notícias mais...