+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

El SES considera transferir o PAC do Virgem da Montanha ao São Pedro

Busca a fórmula para que um pediatra possa atender as Urgências dos meninos. Após vários meses de busca não encontra uma localização adequada no centro

 

SIRA RUMBO
17/01/2020

El Servicio Extremeño de Salud (SES) considera transferir o Ponto de Atenção Continuada (PAC) localizado no hospital Nossa Senhora da Montanha ao São Pedro de Alcántara. O avançou ontem o conselheiro de Saúde, José María Vergeles, quem explicou que, após meses de busca, foi impossível encontrar um localização adequada para este serviço no centro da cidade (era uma das premissas do SES), pelo que finalmente se tem optado por esta outra alternativa. Estaria localizado no espaço que antes ocupava a zona de partos, embora a decisão ainda não está tomada, à espera de que os técnicos examinem o novo espaço. Se descarta assim sua transferência ao antigo edifício de Bem-estar Social situado em Reis {Huertas}, onde Cruz Branca vai a edificar um novo centro para pessoas com deficiência.

«Não há locais disponíveis e já é necessário tomar uma decisão, por isso é provável que o que façamos seja estudar se tem cabida numa das partes do hospital São Pedro de Alcántara», disse exatamente o titular de Saúde. Uma vez que se transfira o PAC o edifício do hospital provincial passaria de novo a mãos da assembleia provincial, administração proprietária do mesmo. Antes a Junta de Extremadura deve tirar do imóvel tudo o mobiliário sanitário. A instituição provincial criou uma comissão para decidir sobre o seu futuro, que nestes momentos encontra-se paragem/desempregada/parada à espera de receber/acolher as chaves.

El hospital fechou em finais de Outubro e desde então a sujidade começou a acumular-se. El SES assegura que não é sua competência, mas da empresa que se encarrega de limpar os centros de saúde mas, ainda assim, «realizará as tarefas oportunas nas zonas exteriores».

Por outro lado, o SES trabalha também para seguir/continuar melhorando a atenção no serviço de Urgências do São Pedro de Alcántara. Estuda agora a fórmula para que as Urgências pediátricas sejam atendidas por um especialista, tal como acontece em Badajoz (até agora passavam essa consulta os facultativos das Urgências gerais ou os Médicos Interno Residentes). E enquanto, continua procurando a dois novos especialistas para incorporá-los à plantel/quadro deste serviço, que se encontra saturado. Já tem tirado a oferta em duas ocasiões mas se ficou deserta.