+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Rejeitam pedir que a distribuição de assentos parlamentares seja equitativo na Assembleia

 

REDACCIÓN
17/01/2020

O plenário/pleno rejeitou esta quinta-feira a moção apresentada pelos vereadores não inscritos Francisco Alcántara e Mar Díaz para instar à Asamblea de Extremadura a uma modificação para que as províncias de Cáceres e Badajoz tenham o mesmo número de deputados na câmara, já que na atualidade dos 65 assentos parlamentares, 36 são para a província de Badajoz e 29 para Cáceres. A proposta recebeu os votos a favor dos proconferencistas mais o de {Teófilo} Amores, mas votaram contra o PSOE, PP, Ciudadanos e Unidas Podemos, pelo que não tem saído adiante. Segundo recolhe/expressa Europa Press, Alcántara defendeu que o atual distribuição de assentos parlamentares determina uma discriminação entre as duas províncias quanto a investimentos que conclui numa política «{colonial}». Ambos vereadores propuseram que a câmara regional se diminua a 50 deputados, o que suporia uma poupança salarial de 1,2 milhões.