Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 21 de novembro de 2017

O programa para prolongar Novo Cáceres se segue/continua tramitando

J. L. BERMEJO CÁCERES
14/09/2017

 

A comissão de Urbanismo da Câmara Municipal acordou ontem seguir/continuar com a tramitação do programa de execução do sector 2.5 A, embora é um acordo condicionado a que os proprietários do chão dêem a garantia económica suficiente que garanta o cumprimento das previsões do programa. Esta garantia não pode ser inferior a 7% dos custos de condomínio, segundo a Lei do Solo. A outra condição é que a Junta dê a aprovação à alargamento dos prazos para seu desenvolvimento. A Lei do Solo marca 5 anos e o agrupamento de proprietários do chão propõe 10 em duas fases. Não é uma exceção; no da feira, com programa de execução já apresentado, o prazo é 15 anos.

Este sector tem uma superfície de 23 hectares e está ao sul de Novo Cáceres, condomínio que prolongaria quando se desenvolva. Na comissão se rejeitou a anulação do programa de execução, possibilidade que estava sobre/em relação a a mesa.

As notícias mais...