+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O PP pede que se dêem a conhecer dados técnicos do centro budista

 

Rafael Mateos. -

EUROPA PRESS CÁCERES
24/01/2020

O porta-voz do PP na Câmara Municipal, Rafael Mateos, espera que se ofereçam detalhes técnicos da construção do complexo budista na cidade, já que o vídeo que se difundiu na quarta-feira na Feria Internacional de Turismo (Fitur) em Madrid é uma recriação que «dá pouco». Espera que, nas próximas semanas, o presidente da Câmara Municipal ou algum membro da equipa de governo transfira aos grupos da oposição detalhes técnicos desse projeto, já que «nada se sabe dos terrenos, das condições e nada se sabe se vão ser cinco ou vinte e cinco hectares», indicou o porta-voz ‘popular’. Em relação a isto, Mateos assinalou que «há questões que chamam à atenção», porque enquanto em Madrid se falava de um investimento de 25 milhões de euros para um hectare de terreno, em Cáceres se maneja uma quantia similar para umas 25 ou 30 hectares. «Acho que temos de ser muito mais transparentes porque este projeto pode ser positivo, mas temos de dar-lhe seriedade e transparência e, nalguns casos, este plantel de governo está tratando o assunto de forma pouco séria e pouco transparente», concluiu a perguntas dos meios sobre este assunto. Cabe relembrar que o presidente da Câmara Municipal cacerenha Luis Salaya e representantes da Fundação Lumbini Garden apresentaram na quarta-feira em Fitur um vídeo que recriava o projeto de construção do complexo budista. Nele se aprecia um extensivo jardim paisagístico com alguns edifícios e uma grande estátua de Buda sentado, duns 40 metros de alto, que preside o conjunto. Se podem ver também estacionamentos, vários edifícios que albergarão um templo para monges, biblioteca e salas de meditação e yoga, e uma escadaria central.