Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 23 de novembro de 2017

Plataformas reivindicativas

ANTONIO Sánchez Buenadicha
10/09/2017

 

Já se sabe que o {Catovi} é uma pessoa contemplativa: não gosta de fazer mas olhar. Não participa, é espectador. Suas expectativas não se correspondem com a realidade e mostra seu desgosto mas na intimidade. Nada de {alharacas}. Tudo dentro de um ordem/disposição. Isto é, protestar na barra/balcão do bar e no grupo de amigos. A culpa do que acontece e do que não acontece nunca é sua: é dos políticos, dos empresários, dos governos, da Câmara Municipal... Se {reflexionara} um pouco/bocado saberia que o político é ele ou um familiar ou amigo, que o empresário é ele ou seu parente, que o vereador... Felizmente parece que em nossos dias as atitudes estão a mudar pelo menos nalguns grupos de pessoas cacerenhas dado que proliferam as plataformas reivindicativas, o qual é digno de elogiar e agradecer porque há muitas coisas que reivindicar. Isso põe a manifesto por um lado que o pessoal parece que já não se resigna nem se vê {impelido} a conformar-se com o que lhe dêem e por outro que está disposto a dar a cara e envolver-se no devir da sua cidade. Não devemos esquecer no entanto que as plataformas surgem esporadicamente e têm uma vida efémera pois duram o que tardam em solucionar-se os problemas que as fizeram possíveis ou mesmo morrem por aborrecimento sem solucionar nada. Além disso as plataformas requerem pouco/bocado acordo/compromisso e por pouco tempo, não têm exigência de assistência permanente e se baseiam no impacto imediato do problema de maneira que se se mantêm no tempo e chegam a adquirir uma influencia digna de consideração se deve à tenacidade, arrojo e dedicação de umas poucas pessoas. Sem negar-los a importância que têm, a mudança de mentalidade que representam em nossa cidade e a eficácia de suas ações e dada a situação da nossa cidade e o futuro que se adivinha, me {pregunto} se não terá chegado o momento de estender a uma mobilização mais global, com vocação de manutenção e maior acordo/compromisso.

As notícias mais...