Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 21 de maio de 2018

A plataforma EX-206 reúne-se nesta semana para definir ações de protesto

O coletivo cortará a estrada num ato simbólico a final de mês

G. G. CÁCERES
13/02/2018

 

A plataforma EX-206 se reunirá nesta semana para definir as ações de protesto que levarão a cabo nos próximos meses para pedir uma estrada mais «segura». Por enquanto, segundo anunciou o porta-voz do coletivo Álvaro Merino a este diário/jornal faz umas semanas, a primeira medida que levarão a cabo será cortar/fechar a estrada durante vários minutos como ato simbólico para mostrar seu mal-estar pela «perigosidade» da via. Será nesta semana quando perfilarão os detalhes da concentração à que se somarão praticamente a totalidade dos municípios pelos que atravessa a estrada de ‘as torres’.

Desde que nasceu faz uns meses, a plataforma recolhe/expressa firmas/assinaturas em {Change}.{org} para pedir que a estrada se converta em autoestrada. A campanha online conta com algo mais de 120 apoios que enviarão à Conselheria de Infraestrutura. Tanto/golo a direção geral de Trânsito como a Junta pronunciaram-se faz tempo sobre/em relação a a via. A Junta descartou em Junho passado a possibilidade de convertê-la em autoestrada porque não alcança a densidade de trânsito suficiente. Por seu lado, a chefe provincial de Trânsito, Cristina Redondo, apontou que os sinistros não têm «causas atribuíveis à via», mas apontou medidas para modificar o traçado, um facto/feito que não parece não convencer à plataforma. A EX-206 é a estrada com mais mortes ao volante no último ano -quatro-, à frente de a EX-384 e à A-66.

As notícias mais...