+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

{Natalia} Cavalheiro, a jovem cacerenha que consegue um contrato de um ano

Com só/sozinho 21 anos faz parte da equipa de 12 empregados da loja Álvaro Moreno, instalada no Centro Comercial Ruta de la Plata. Foi selecionada pelo departamento de recursos humanos da assina de roupa após superar um processo de seleção

 

No estreitamente 8 {Natalia} Cavalheiro {Breña}, ontem na loja do Centro Comercial Ruta de la Plata. - MIGUEL ÁNGEL MUÑOZ

MIGUEL ÁNGEL MUÑOZ
04/12/2019

A sus 21 años ha conseguido un contrato por un año en Álvaro Moreno, uma das novas lojas do Centro Comercial Ruta de la Plata. É essa grande oportunidade com a que sonham muitos jovens de sua idade e que ao fim se converte na verdade. Está feliz, não é para menos. Fala com desenvoltura enquanto dobra à perfeição sobre/em relação a um prateleira a roupa que acaba de sair dum dos provadores. «É importante para mim e estou iludida», admite perante os olhos de Mercedes Vega, sua preparadora laboral na Associação Síndrome de {Down} de Cáceres.

É precisamente Vega a que conta que foi esta empresa de roupa de cavalheiro, a que através do Departamento de Recursos Humanos, contactou interessando's por realizar um contrato a um dos seus usuários. «Fizeram uma série de entrevistas mediante videochamada a candidatos que optavam ao posto. A escolhida após o processo de seleção foi ela».

Um risinho se desenha nessa altura no rosto de {Natalia} Cavalheiro {Breña}, a mediana de quatro irmãos (Luis, Raquel e {Beatriz}), que vive na rua María Auxiliadora (o seu pai é cuidador de meninos e a sua mãe funcionária no tribunal). A de Álvaro Moreno é sua segunda experiência de estreitamente, a primeira, mais curta, a viveu no passado ano quando esteve de hospedeira de congressos no Complexo Cultural São Francisco.

Humildade

Enquanto fala com este diário/jornal ela não perde {comba}. Em Álvaro Moreno coloca os sapatos, dobra a roupa, guarda os folhas e as {perchas} e as deixa no sítio correto. Também atende ao público. ¿E {vendes} muito? «Suponho», assegura entre risos num signo de humildade que a faz grande. Trabalha de segunda-feira a sexta-feira de 10 da manhã a duas da tarde. «O contrato é de um ano. E depois há opções de que o possam renovar», adverte.

{Natalia} estudou na Universidade Laboral. Esteve no Serviço de Habilitação Funcional da Associação Síndrome de {Down}, onde realizam-se terapias individuais com os alunos que estão cursando seus estudos. Há um ano passou ao Centro Ocupacional, que está no bairro do Espírito Santo e ao que chegam os jovens que cumpridos os 21 têm terminado a sua formação. Ali recebem uma atenção em grupo e os preparam para obter um posto de trabalho, uma das prioridades para os profissionais que trabalham com pessoas com síndrome de {Down}.

Fuera do estreitamente, a {Natalia} gosta de passear com a sua mãe, «fazer gestões com ela, tomar algo com meu pai, ler, escrever…» e sair com os seus amigos, que também estão no Centro Ocupacional, como Jacinto, Luis Miguel, {Luisma}, María José e Marta. «Vamos ao Gran Teatro ou a algum concerto», explica. É que a {Natalia} adora «a música atual e variada», {Sweet} Califórnia e Antonio José estão entre seus favoritos. É do Real Madrid, uma vez foi ao Bernabéu e se fez uma foto com um manequim de Cristiano Ronaldo, desde então seu jogador favorito é Gerard Piqué, confessa entre risos e não sem sorna.

Amante da pizza e da comida/almoço que cozinham os seus pais, à instituições lhes pede que melhorem as condições para aceder ao mundo laboral. Agora, a ela lhe chegou seu momento da mão da assina na moda Álvaro Moreno, que tem reforçado seu acordo/compromisso social por meio de esta colaboração com a Associação Síndrome de {Down}, uma iniciativa que também levou a cabo em seus estabelecimentos de Sevilla, Córdoba e {Osuna}. A nova loja no Centro Comercial Ruta de la Plata dispõe de 200 metros quadrados e goza de grande aceitação por parte duma clientela para a que {Natalia} sempre tem um sorriso.