+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

«Não temos de tratar ao doente de cancro como se se fora a morrer»

 

{Inés} María Pérez (esquerda) pousa junto a Marta García Martín, psicóloga da {Aoex}. - ANTONIO MARTÍN

ALBERTO MANZANO caceres@extremadura.elperiodico.com CÁCERES
06/12/2019

Reducir as probabilidades de contrair cancro está em nossas mãos. Para isso é importante mudar alguns hábitos. O sedentarismo, o tabaco, a dieta... são regras básicas para manter afastada qualquer doença, incluindo os tumores malignos. {Inés} María Pérez García (Cáceres, 1955) é secretária da delegação cacerenha da Associação Oncológica Extremenha ({Aoex}), coletivo que desenvolve ‘Terça-feira Saudáveis’: uma receita para lutar contra a grande epidemia do século XXI.

-¿De que falam nas conversas ‘Terça-feira saudáveis’?

-Nos {centramos} na prevenção do cancro. Dizemos à pessoas que se realizem os revisões gratuitas que recomenda a Junta de Extremadura, com cartas que enviam a casa, para detetar o cancro de mama ou o de {colon}, por exemplo. Há pessoas que não lhe dá importância e não vai ao médico de cabeceira. Falamos também de como atender ao paciente, como atuar com ele porque muitas vezes a família o trata como se se fora a morrer, e o melhor é abordar a situação com normalidade. Hoje em dia o cancro se cura num percentagem muito alta e de maneira paulatina se está conseguindo que fique como uma doença crónica.

-¿Que hábitos saudáveis são bons para previr o cancro?

-Seguir/continuar uma dieta mediterrânea, com produtos de proximidade e sobretudo pondo ênfase em verduras, frutas, produtos integrais e leguminosas. Realizar uma atividade física moderada durante 30 minutos reduz o risco, isto seria o mínimo; se fazes umas três ou quatro horas à semana, ainda melhor. E devemos tentar reduzir o consumo de sal, açúcar, álcool e carne vermelha ou arguida.

-¿Que costumes contribuem a viver mais e melhor?

-Não fumar, ter uma vida regulada, fazer desporto, comer fruta. Tudo isto melhoria e aumenta nossa qualidade de vida.

-¿Porque é que é importante manter os mesmos horários sempre?

-Porque teu corpo ama a {predictibilidad}. É uma das melhores maneiras de reduzir o stress e manter um bom estado em geral. Quando {tienes} uma rotina consistente cada dia, na qual escutas os ritmos naturais de teu corpo, notas a diferença porque {tienes} mais energia e te {sientes} melhor contigo mesmo. A perda de peso é também mais fácil.

-¿Que relação tem o contacto com a natureza, com as estações, os animais... no facto/feito de que estejamos mais sãos?

-Ter um cão requer que {adoptes} um horário mais ou menos regular/orientar e predizível, para atender as necessidades de teu animal de estimação. Noutras palavras, te força a manter {patrones} de vida saudáveis. Além disso te obriga a estar ao ar livre no campo e relacionar-te com o ambiente ou passear pelos parques cacerenhos, que são muitos e bons. A isso se somam os benefícios de estar em contacto com a natureza, com o papel que a luz do sol tem em nossa saúde. É importante interferir com o meio ambiente.

-¿Têm algo que ver a espiritualidade e os valores com uma boa saúde?

-Sim têm que ver. Trata-se de encontrar-te a ti mesmo e estar contente/satisfeito em teu ambiente, com a natureza e com as pessoas que te rodeia. Ser feliz. O que tu {das}, sempre o {recibes} aumentado.

-¿É importante fazer a compra com o estômago cheio?

-Naturalmente. Quando vamos ao supermercado o conteúdo do nosso carrinho de compras depende de quantas horas levemos sem comer. Nomeadamente, se {acudimos} com o estômago vazio é provável que {compremos} mais quantidade/quantia de guloseimas e alimentos ricos em calorias.

-Os dados atiram que um em cada quatro meninos sofre obesidade. ¿Como previrlo?

-É fundamental que os meninos vejam em casa que não se pode abusar das bebidas {azucaradas} e que não tudo é comer um hamburguer ou um {perrito}.

As conversas ‘Terça-feira Saudáveis’ se têm organizado desde/a partir de a Pelouro de Bairros e Participação Cidadã com a colaboração da Associação Oncológica Extremenha e as associações de vizinhos/moradores. Celebram-se de 17.30 a 18.30. A primeira foi o 5 de Novembro no Edifício {Valhondo} e a segunda, o 3 de Dezembro em Canto de {Ballesteros}. O calendário segue/continua assim: Casa de Cultura Rodríguez Moñino (4 de Fevereiro), Centro Cívico Raimundo Medina (3 de Março), Casa de Cultura {Gredos} (7 de Abril) e Santa Luzia (5 de Maio).