Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 17 de julho de 2018

Maltravieso contará com mais chão para usos comerciais junto a Charca {Musia}

Mais edificabilidade na Cidade Desportiva para o centro de alto rendimento

J. L. B.
10/01/2018

 

A comissão de Urbanismo terá que emitir parecer amanhã sobre/em relação a dois modificações do plano geral de urbanismo que dotam de mais chão comercial à condomínio de Maltravieso e que reduzem a parcela mínima necessária em As Capellanías.

A modificação em Maltravieso afeta a uma parcela de 7.800 metros quadrados que está na esquina das avenidas de {Dulcinea} e Cervantes. O que se faz é alargar os usos. Agora há hoteleiros e recriativos. Com a mudança se acrescentam os comerciais em todas suas categorias salvo a de grandes empresas com uma superfície de venda superior aos 2.500 metros quadrados. A edificabilidade da parcela é de 3.266 metros quadrados.

Das Capellanías se falou no plenário/pleno celebrado em Maio. Nessa altura se anunciou que o objetivo era facilitar a instalação de empresas. A parcela mínima passará de 500 a 200 metros quadrados. Estas modificações se têm redigido por técnicos alheios à Câmara Municipal pela falta de meios do serviço de Urbanismo.

A comissão também se terá que pronunciar sobre/em relação a o plano especial de ordenação promovido pela Conselheria de Educação para a construção de um centro de alto rendimento na Cidade Desportiva. Com esta proposta quase se duplica a superfície máxima edificável, passaria de 17.909 a 35.142 metros quadrados, e também de dobram as alturas permitidas, de 2 a 4.

As notícias mais...