+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A Fundação Valhondo entrega onze bolsas para investigar na universidade

Neste ano se têm investido 163.000 € em estudos predoutos

 

Os alunos aos que se concedeu a bolsa, ontem na subdelegação. - FRANCIS VILLEGAS

EUROPA PRESS CÁCERES
24/01/2020

O Patronato da Fundação Fernando Valhondo Calaff entregou ontem as credenciales de 11 contratos de investigação para o desenvolvimento de tesis doctorais na Universidade de Extremadura (UEx), correspondentes às convocatórias dos três últimos anos.

Desta forma se fizeram públicos os quatro novos contratos predoutorais para este curso e as prorrogações de sete contratadores iniciados nos três últimos anos. Ditos contratadores se enquadram em estudos oficiais de investigação relacionados com os campos humanístico, social, científico-treinador e biomédico nos diferentes departamento da universidade extremenha.

Estas ajudas, que procuram premiar os melhores processos académicos, têm uma duração de um ano, prorrogável até 36 meses. A quantia das mesmas ascende a 1.369 euros mensais, consoante o disposto na Lei 14/2011, de 1 de Junho, da Ciência, a Tecnologia e a Inovação, e ao Real Decreto 103/2019, de 1 de Março; o que supõe para a fundação uma investimento anual de mais de 163.000 euros.

a Fundação Valhondo tem concedido desde 1987 bolsas a mais de 300 alunos da Uex. Deles, mais de 50 são atualmente professores universitários. Isto é, um de cada cinco beneficiários das ajudas da Fundação Valhondo consegue vaga como docente.

O ato, presidido pelo presidente da Fundação, José AntonioGarcía, contou também com a presença do reitor da UEx, Antonio Hidalgo, o deputado de Cultura e Desporto, Fernando Javier Grande; o vice-reitor de Extensão Universitária da UEx, Juan Carlos Iglesias, entre outros.