Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 8 de dezembro de 2019

Criam um centro de beleza que empregará a vítimas de maltrato

Promovido por uma cacerenha que padeceu este flagelo, terá uma linha rural itinerante

L. LUCEÑO
02/12/2019

 

O facultativo deixou-lhe claro em Abril que o seu problema estava em esperar que de algum modo lhe fora compensado emocionalmente o agravo de ter sofrido maus-tratos durante cinco anos. As condenações penais não o amorteceriam. Nessa altura, a cacerenha Sandra Borrella se deu conta de que a solução passava por suas mãos, que devia ressarcir-se ela mesma. Com 43 anos acaba de criar um projeto empresarial de carácter social, ‘Pretty Me’, orientado a dar trabalho a vítimas de violência de género.

A sua apresentação celebrou-se ontem no Embarcadero, apoiada por autoridades municipais. Trata-se de um centro de estética com serviços de maquilhagem, pedicura, manicure, limpezas faciais, depilação unisexo, etc..., que abrirá no número 21 da rua Gómez Becerra o próximo 15 de Dezembro, e que já tem três empregadas.

Além disso, tem lançado a primeira linha itinerante, denominada ‘Em tua casa ou na minha’, que visita zonas rurais com risco de despovoamento e serviços limitados, onde desenvolve modelos ecológicos para gerar menos impacto.

As notícias mais...