Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 26 de septembro de 2018

O {Cefot} receberá em Maio a 1.150 alunos de um ciclo extraordinário

Ontem juraram bandeira os 920 alunos que se formam em agora no quartel de Santa Ana. No há oferta pública de emprego para 2018, embora prevê-se outra remessa em Outubro

R. CANTERO
11/03/2018

 

No há ainda convocatória pública de emprego para 2018 mas parece que não vai faltar atividade no aquartelamento de Santa Ana. Se ontem juraram bandeira os 920 alunos que se formam agora no Centro de Formação de Tropa número 1 ({Cefot}) e numa semana continuarão com a formação na instalação cacerenha; quando estes abandonem as instalações está prevista a incorporação duma nova remessa com mais de um milhar de candidatos/candidatas a soldado, correspondente ainda à convocatória que abriu-se para o ano 2017. Este ciclo, que chegará à cidade a finais do mês de Maio, será o mais numeroso dos três convocados no passado ano e o primeiro extraordinário desde que se retomou a atividade no {Cefot} cacerenho (sempre se convocam dois ciclos desde a paralisação de 2012, sem soldados, mas a oferta de emprego de 2017 habilitou um terceiro que será o próximo).

Prevê-se a chegada de um total de 1.150 alunos que se formarão durante o verão antes de um prevista paralisação até que chegue o que seria o primeiro {remplazo} de alunos da oferta pública de emprego ainda por convocar para neste ano.

Apesar de não ter dados, o coronel do {Cefot}, Francisco de Asís Ramírez, disse ontem sentir-se «otimista» em relação à chegada de mais alunos em finais de ano com uma oferta de emprego para este 2018: «estamos preparados para, no momento no qual saia outra convocatória, poder/conseguir acolher aos novos alunos que nos atribuam». Estes chegariam em finais de Outubro e previsivelmente jurariam bandeira em finais de Dezembro.

mais de 3.000 pessoas/ Ontem celebrou-se em ao aquartelamento de Santa Ana o ato de jura de bandeira dos 920 alunos correspondentes ao segundo ciclo de 2017 que se estão formando agora nas instalações. São 60 alunos menos dos que ingressaram em Janeiro, o que o coronel atribuiu às baixas habituais derivadas das exigências do período de formação. A jura esteve presidida pelo Geral de Brigada Subdiretor de Ensino, Instrução, Adestramento e Avaliação, Carlos Jesús Melero Claudio.

Mais de 3.000 pessoas, familiares dos candidatos/candidatas a soldado, seguiram/continuaram desde a bancada o ato militar, que conseguiu esquivar até praticamente o final as trovoadas que caíram ao longo/comprido da manhã em Cáceres. Em todo o caso, e como consequência do temporal, foi necessário habilitar o estacionamento do recinto da feira para os familiares que se tinham deslocado para seguir/continuar o ato, porque os terrenos que se utilizam habitualmente (em frente do aquartelamento, ao outro lado da estrada) não estavam em condições pelas chuvas das duas últimas semanas.

As notícias mais...