Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 19 de agosto de 2018

A Câmara Municipal varia de modelo no mercado após 3 concursos frustrados

Nem uma descida do cânone nem tirar os postos um a um deu resultados. A primeira planta já se utilizou para a celebração da feira da tampa/petisco

J. L. BERMEJO caceres@extremadura.elperiodico.com CÁCERES
09/06/2018

 

El porta-voz do governo, Rafael Mateos, anunciou ontem que na próxima semana terá uma reunião com os responsáveis da Instituição Da feira de Cáceres (Ifeca) para abordar uma mudança no modelo de gestão da primeira planta do mercado de {abastos} da ronda do Carmen depois de/após três concursos frustrados. Mateos situou ao próxima quarta-feira para anunciar a solução a adotar, embora admitiu que a participação de Ifeca supõe que «esse espaço se possa utilizar/empregar para eventos». Na planta primeira do mercado, antes de sua reabilitação, já celebrou-se a feira da tampa/petisco com uma grande participação de assistentes.

A Câmara Municipal reabilitou a primeira planta do mercado para que se destinasse a usos hoteleiros e de restauração. El objetivo era dar maior utilidade ao prédio a imagem de outros mercados nos que convivem a venda de produtos de alimentação e locais de hotelaria e restauração.

A Câmara Municipal tem provado com dois modelos diferentes. No primeiro um mesmo empresário se podia ficar com todos os postos. Com esta fórmula teve dois convocatórias. Na primeira não teve nenhum licitador. Na segunda se desceu o cânone ou aluguer que se tinha que pagar à Câmara Municipal, mas também não atraiu a nenhum empresário.

No segundo modelo se acordou que se podia dar a concessão dos locais de maneira individual. Com este modelo sim se conseguiu que dois particulares se interessassem. Um deles pediu a concessão de cinco locais, enquanto o outro fê-lo de dois. Este último decidiu renunciar, enquanto ao primeiro se lhe chegou a adjudicar um dos locais, mas não apresentou a documentação requerida pelo Câmara Municipal para a {formalización} do contrato, pelo que a Mesa de Contratação da Câmara Municipal entendeu que renunciava a a sua oferta.

São nove postos ou locais na primeira planta do mercado e os fins aos que se destinam são cafetaria, confeitaria, cervejaria, {vinoteca}, restaurante de pizzas ou {pastas}, {arrocería}, {pulpería}... El atual horário de abertura do mercado se modificaria para que possa abrir durante todo o ano (no mínimo seis dias à semana) e que a hora de fecho chegasse até à meia-noite.

Agora se dá um novo giro/gracioso com a participação da Instituição Da feira de Cáceres, que anualmente organiza sete feiras, a maioria já têm uma localização fixa como a Feria do Livro em Cánovas, a do Dulce Conventual na igreja da Afetado Sangue, o Sala do Automóvel, que se celebra numa tenda junto ao Carrefour, a Mostra de Alimentação e Artesanato na Feria de São Fernando, o mercado de Natal e Extregusta ou feira da tampa/petisco. Além disso tem em projeto uma feira do videojogo.

As notícias mais...