Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 25 de septembro de 2017

A Câmara Municipal deve 500.000 euros a Subus do segundo ano do contrato

Corresponde à liquidação do período Junho 2015-mayo 2016

J. L. BERMEJO CÁCERES
13/09/2017

 

A liquidação do segundo ano do contrato entre a Câmara Municipal e Subus, empresa que gere o autocarro urbano, atirou um saldo pendente de pagar à empresa de 491.083 euros, quantidade/quantia à que temos de somar o IVA desta cifra e o das quantidades/quantias que a Câmara Municipal entregou a conta antes da liquidação. O total do crédito que se tem que habilitar para alargar a verba/partida que no orçamento vai ao autocarro é de 639.952 euros. Se enfrentará com o saldo a favor que a Câmara Municipal obteve na liquidação de sua participação nos fundos do Estado em 2015.

O autocarro se financia por duas vias: a tarifa que pagam os usuários e o subsídio que dá a Câmara Municipal para financiar o défice. A segunda se enfrenta dando uma quantidade/quantia mensal a conta, que é o 95% da estimação que da subsídio se faz ao início de cada anuidade do contrato, e com o rendimento do pendente após a liquidação, que não só/sozinho inclui o 5%, mas além disso o não pagado do 95%, incrementos por despesas não previstas e neste segundo ano a atualização de custos porque a estimação inicial se fez em base a dados do primeiro ano, possibilidade que permite o folha à Câmara Municipal para manter os pagamentos mensais.

As notícias mais...