+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Cáceres pedirá a Vara que custeie a rotunda de Ronda {Vadillo}

{Bazo} defende que a medida melhorará a «segurança» da zona

 

Cruzamento de Ronda {Vadillo} e o Urbanização Universidade. - FRANCIS VILLEGAS

GEMA GUERRA
17/01/2020

Cáceres pedirá à Junta que custeie a rotunda entre o cruzamento de Ronda {Vadillo} e o Urbanização Universidade. Assim o acordou esta quinta-feira a corporação municipal depois de/após dar luz verde à moção apresentada pelo PP para acometer a obra para conetar a rotunda do urbanização contemplada no projeto das obras da Ronda Suleste, até ao cruzamento com da ronda e que, neste ponto, se construa uma rotunda para melhorar as condições de segurança. A proposta teve a aprovação de populares, Ciudadanos, Unidas Podemos e os vereadores não inscritos, Alcántara, Amores e Díaz, e contou com a abstenção da equipa socialista.

Em seu revezo de palavra, Víctor Bazo, vereador popular defendeu que se aproveitem as obras da ronda Suleste para acometer a execução desta obra e acrescentou que reverterá numa melhoria da segurança da zona, com um largo volume de trânsito. O presidente da Câmara Municipal, Luis Salaya, já pronunciou-se nesta semana sobre/em relação a o assunto e considerou que a proposta é «inoportuna» e pediu que se espere até que não se ponha em funcionamento a Ronda Suleste para que se veja como comporta-se o trânsito. Nesse sentido, na sua intervenção, o porta-voz do Governo local e vereador de Fomento, Andrés Licerán, partilhou a preocupação sobre/em relação a este assunto e pôs a manifesto que esta proposta já se apresentou em 2015 mas foi desaconselhada pelos serviços técnicos municipais. Nesse sentido, assegurou que a verba/partida de 400.000 euros que se incluiu nos orçamentos participativos para financiar a rotunda era «insuficiente» e estimou seu custo em algo mais de dois milhões de euros.

Por seu lado, Cs insistiu no «perigo» que supõe esta via, Unidas Podemos, que também apontou a necessidade de melhorar a iluminação da zona, insistiu na necessidade de adotar esta medida para comunicar os dois hospitais da cidade e ao campus universitário.