Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 12 de dezembro de 2019

89 garrafas numa manhã, recorde do {barrendero}

EL PERIÓDICO recolhe/expressa as queixas dos vizinhos/moradores da avenida de A Bondade. A Câmara Municipal assegura que se aumentará a presença policial

MARÍA LUCEÑO
22/07/2019

 

«Minha neta não quer vir a verme. Lhe dá medo passar por aqui», revela uma vizinha do bairro de A Bondade. Sente «muita raiva e impotência» por ter que ter chegado a esta situação.

Os residentes pedem «medidas urgentíssimas» e denunciam o mau estado da zona. Para além dos conflitos provocados pela presença de cidadãos com certos comportamentos que não são bem recebidos. Se referem os afetados ao consumo de álcool nas ruas, o abandono das zonas verdes, a falta de acessibilidade dalguns lugares e o pequeno tráfico de droga, que, no entender de os vizinhos/moradores, não cessa. Declaram que levam com esta situação «tão insuportável» mais de 15 anos.

A partir das 3 da tarde e até altas horas da madrugada é quando as garrafas se começam acumular nas vias públicas. «O {record} do {barrendero} é ter recolhido 89 numa manhã», expõe um dos afetados do lugar.

Confessam que desde que este grupo está no bairro «tudo é diferente». {Añoran} os tempos nos que os meninos jogavam a seus {anchas} sem nenhum tipo de problema. A bola e as {canicas} «se têm transformado agora em litradas e estupefacientes», confessam.

A policia municipal é já muito habitual na zona devido ao grande número de vezes que têm intervindo no bairro. No entanto, os vizinhos/moradores não estão satisfeitos e exigem mudanças. Neste sentido, a Câmara Municipal assegura que aumentará a presença policial e que se estão «estudando diferentes medidas» para levá-las a cabo e que os conflitos que possui o bairro {minoren}.

As notícias mais...