Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 22 de junho de 2018

“Se se quer potenciar a Ribeira, o {apoyaremos}. Se é um {pelotazo}, não”


13/01/2018

 

«{Apoyaremos} qualquer modificação do plano de urbanismo que suponha a melhoria e conservação da Ribera del Marco, mas não vamos a apoiar operações especulativas que convertam a Ribeira num parque reduzido e rodeado de habitações», respondeu ontem {Salaya} à pergunta sobre/em relação a sua opinião em relação à modificação do plano de urbanismo anunciada por Nevado na quarta-feira passada. Acrescentou que só/sozinho conhecem o dito por Nevado e portanto querem esperar a que se conheça seu conteúdo ao detalhe, embora acrescentou que querem ser prudentes «porque cada vez que o PP pronuncia a palavra requalificação, no subconsciente dos vereadores do PSOE e de boa parte da cidadania o que {escuchamos} é a palavra {pelotazo}».

A modificação do plano realiza-se pela necessidade de ajustar o planeamento da cidade ao traçado da ronda este. Seu percurso/percorrido não coincide em parte com o corredor que se deixou no plano de urbanismo para esta via urbana. O traçado ocupa chão que na regulamento é agora não urbanizável e protegido e terá que acondicionar a norma à realidade da ronda.

Ao mesmo tempo que se faz isto, o chão que o plano reservava para a ronda este deixa de estar destinado a reserva rodoviária. É neste chão onde se apresentariam novas utilidades e se consideraria principalmente o uso terciário, no qual está o comercial. O plano estabelece os mecanismos para que este terreno seja da Câmara Municipal ao ter inscrito o aproveitamento do chão a novos sectores urbanizável.

Quanto aos espaços livres e zonas verdes previstas agora no plano no corredor da Ribera del Marco, não se modificam, já que as zonas verdes são um dos elementos mais protegidos pela regulamento. J. L. Bermejo

As notícias mais...