Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 21 de septembro de 2017

O velha colégio de Bótoa não tem data de demolição dois anos después do transferência

A Câmara Municipal responde que está elaborando o projeto

A. M. R. BADAJOZ
10/09/2017

 

Quando vão a cumprir dois anos desde que os alunos da escola Nossa Senhora de Bótoa se transferissem ao novo prédio onde recebem suas classes, as instalações do antigo centro educativo na rua {Stadium} ainda seguem/continuam em pé e sem data de demolição. A resposta do Câmara Municipal De Badajoz, responsável de acometer as obras, é que está elaborando o projeto para atirar o imóvel e para a adequação como zona verde, sem especificar data nem se existe dotação orçamental. Com a demolição do antiga colégio, se poria ao descoberto um troço da muralha ao que está encostado detrás do palácio de congressos.

A Conselheria de Educação desentende-se do tema dado que a escola já se cedeu à Câmara Municipal, que solicitou a {desafectación} e a Junta se a concedeu. Além disso, a equipa de Orientação se transferiu ao colégio {Leopoldo} Pastor Situado.

A Associação de Vizinhos/moradores de {Pardaleras} tem solicitado reiteradamente a demolição do antiga colégio, desde que os alunos se transferiram às novas instalações, pela defesa do património histórico e porque suporia para o bairro dispor de um novo espaço verde. Este coletivo tem anunciado que procurará o apoio doutras associações nesta reivindicação. Também o grupo socialista denunciou o atraso desta atuação porque, no seu entender, se quer financiar com fundos {Dusi}.

As notícias mais...