+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Um legado com raízes

Mais de 60 famílias participam no Dia do Árvore plantando diferentes exemplares no parque do {Rivillas} numa atividade organizada por Mães pelo Clima, em colaboração com a Pelouro de Meio ambiente

 

Consciencialização 8 {Fermín} Garrido, de Parques e Jardins, conta a lenda do chorão aos meninos, ontem. - A CRÓNICA

Usufruindo 8 Uma das famílias participantes. -

B.CASTAÑO
08/03/2020

Mais de 60 famílias se somaram ontem ao Dia do Árvore em Badajoz, uma atividade que se tem recuperado depois de/após muitos anos sem celebrar-se a proposta do grupo Mães pelo Clima, em colaboração com a Pelouro de Meio ambiente, e que consistiu na plantação de 27 árvores de diferentes espécies num troço do parque do {Rivillas}, próximo à praça de touros, onde até agora escasseava a {arboleda}. Com a colaboração desinteressada de um grupo de trabalhadores de Parques e Jardins, que se encarregaram de cavar os buracos de mais de meio metro que se necessitavam, pois se semearam exemplares de um porte respeitado, meninos e maiores/ancianidade puseram-se mãos à obra.

Os mais pequenos eram os que mais pressa tinham por pegar/apanhar os {zachos} e pás e {echar} a terra, mas antes {Fermín} Garrido, operário de Parques e Jardins, lhes quis explicar as peculiaridades dos árvores «de cidade», pois nem seu porte nem sua manutenção som iguais ao resto. Para que pudessem rever a informação em casa, os participantes se levaram uma guia sobre/em relação a os árvores ornamentais.

No parque do {Rivillas} se plantaram {melias}, {liquidámbar}, {brachychiton} e {ginkgo} {biloba}. Junto a um destes últimos, por seu simbolismo, já que sobreviveu à bomba de {Hiroshima}, se colocou uma placa na qual se pode ler: «Mães pelo Clima. Pelo presente e o futuro dos nossos filhos e filhas». Além disso, nos tutores que puseram-se junto aos árvores, os meninos puderam deixar escritos/documentos mensagens com marcador.

{Carol} González, uma das promotoras de Mães pelo Clima em Badajoz, mostrou-se muito satisfeita com a resposta a esta primeira convocatória, que superou as expectativas de participação, e confiou em que fora o início doutras muitas para «ter mais zonas verdes e mais árvores para lutar contra as alterações climáticas».

A sua intenção e a do vereador de Meio ambiente, Jesús Coslado, é que o Dia do Árvore se repita várias vezes a cada ano e recuperar espaços que agora não se utilizam como zonas verdes e que se converta numa grande jornada de convivência para que as famílias possam deixar um legado com raízes.