Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 22 de outubro de 2018

{Thalía} Teatro representa ‘A cor-de-rosa tatuada’ a benefício da {AECC}

Se põe em cena amanhã no López e as entradas custam seis e oito euros

B. C.
16/05/2018

 

El grupo {Thalía} Teatro representa amanhã (21.00 horas) no teatro López de Ayala a obra A cor-de-rosa tatuada, de {Tennessee} {Wiliams}, com versão, direção e produção de María Jesús Bodes. A arrecadação se destinará à Associação Espanhola Contra o Cancro ({AECC}) e as entradas têm um preço de 8 euros em poltrona de pátio e de 6 euros em anfiteatro.

Bodes apresentou ontem o montagem junto ao presidente e um vocalismo da {AECC} em Badajoz, Andrés Bas e José Pagano, respetivamente, o diretor do López de Ayala, Miguel Murilo, e duas das atrizes, {Emilia} {Vázquez} e {Aurora} Delgado. «É um privilégio que nosso amor pelo teatro sirva para além de para comover ao público, para pôr-nos ao serviço da Associação Espanhola contra o Cancro, cuja lavor/trabalho {admiramos}», destacou a diretora.

A obra de {Williams}, na qual levam dois anos trabalhando, se desenvolve na costa do Malandro de Estados Unidos na década dos 50 e reflete sobre/em relação a os preconceitos até os imigrantes europeus, sobretudo italianos e franceses, que nessa altura cruzaram o Atlántico à procura de uma vida melhor.

El presidente da {AECC} agradeceu a colaboração destes atores {amateur}, pois recordou que é imprescindível arrecadar fundos para continuar com os programas de investigação, assistência e acompanhamento que desenvolve a associação.

Todos confiaram na solidariedade dos badajocenses para que o «teatro se encha», desejaram.

As notícias mais...