Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 17 de janeiro de 2018

Suerte de Saavedra urge a cessão de habitações vazias

A coordenadora do bairro escreve às três administrações

F. LEÓN
13/01/2018

 

La Coordinadora de Suerte de Saavedra -formada por la asociación de vecinos, centro de saúde, paróquia, colégio, Grupo Jovem e Serviços Sociais- remeteu um escrito/documento na terça-feira passada às administrações central, autonómica e local, no qual urgem a cessão dos apartamentos vazios dos blocos da Guardia Civil, para uso de famílias necessitadas, segundo Fernando Gonzalves, presidente de vizinhos. Afirmou que não têm tido resposta, que há «30 famílias jovens com meninos com muita necessidade de habitação no bairro, e 90 apartamentos vazios».

Do mesmo modo, assinalou que não voltou a ter tentativas de ocupações ilegais, como corroborou a Comando da Guardia Civil, que mantém a zona vigiada, como também solicitou a associação dias depois de/após que se ocupassem 10 apartamentos.

As notícias mais...