Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 8 de dezembro de 2019

São Francisco (I)

FERNANDO Valdés
02/12/2019

 

É possível que vocês tenham podido ver o filme, mais bem documentário, intitulado As Caixas Espanholas. A tem oferecido faz muito pouco TVE 2. Pois bem, fora de estar subsidiada em parte pela Junta de Extremadura, o que tem um interesse, resulta interessante e curioso porque tem aparência de filme em branco preto, como se fora um documento de época, apesar de usar muito poucos minutos de fita antiga. Quase tudo é novo. Mas o que me leva a escrever desse estupendo estreitamente é seu tema: o salvamento dos quadros do Museu do Prado e, de modo mais largo, o do Tesouro Artístico espanhol durante nossa guerra civil. O assunto não só tem muita transcendência, fora de elogiar a personalidade de aqueles que levaram a cabo essa lavor desde o Madrid assediado, possui muitas implicações históricas que, no entanto, foram menos tratadas do que se mereciam e se soslayan nalguma exposição e em certas publicações posteriores.

Me explico. A Junta de Incautación e Proteção do Património Artístico se criou aos poucos dias de começado o golpe militar, o 25 de Julho de 1936. Tinha como fim recolher e conservar todas as obras de qualquer tipo, também históricas e bibliográficas, que pudessem correr perigo por causa de «as anômalas circunstâncias presentes». Ainda as ações militares generalizadas apenas eram um facto. O organismo em questão passou por várias reorganizações. Em Madrid se habilitaram vários depósitos de obras de arte –ainda os combates não tinham chegado ali- e um deles foi a enorme igreja de São Francisco o Grande. Qualquer que conheça a topografia da capital de Espanha sabe que esse templo se situa junto à cornija que, desde a estação do Príncipe Pío, vai seguindo, em alto, a ribeira do Pomares de maçãs, algo mais abaixo do Palácio Real. Quando a capital foi cercada a linha de combate ficou a uns poucos centenais de metros do edifício e o que se acreditava um lugar seguro tornou-se num localização muito ameaçada, facilmente alcanzável pelos disparos da artilharia facciosa. O monumento e seu riquíssimo conteúdo de obras de arte. Um projétil perdido poderia ter significado um desastre colossal.

As notícias mais...