Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 21 de septembro de 2017

O Santa Isabel 2013 se desmarca da protesto pelo uso del Viejo Viveiro

O agrupamento desportiva que se queixa seguirá/continuará mobilizando-se

REDACCIÓN
08/09/2017

 

O Clube Desportivo Santa Isabel 2013 se desmarcou ontem da campanha iniciada pela Agrupamento Polidesportivo Santa Isabel para reivindicar o uso das instalações del Viejo Viveiro, nas que consideram que as horas de treino designadas a sua secção de futebol são insuficientes. Através de um comunicado, o Santa Isabel 2013 quis esclarecer que em «nenhum momento» se tem unido à mobilização nem estão recolhendo firmas/assinaturas nem repartindo {octavillas}, tal como no dia anterior informou o agrupamento polidesportiva.

Em seu escrito/documento, o Santa Isabel 2013 acrescenta que «entende» a situação na qual encontra-se o clube que protesto, mas reitera que não iniciou nenhum tipo de protesto combina para reivindicar o uso destas {intalaciones} desportivas da Margem Direita.

O Agrupamento Desportiva Santa Isabel denunciou publicamente a distribuição de horas de treino no Velho Viveiro que, no seu entender, é «injusta» porque não dá prioridade aos meninos do bairro. Seus responsáveis asseguram que se não se alarga, 80 associados se poderiam ficar sem treinar.

No entanto, o vereador de Desportos assegura que os critérios para a distribuição das horas gratuitas de treino se acordaram numa mesa de trabalho da Junta Rectora de la Fundación Municipal de {Deportes} y que solo tienen quejas de esta agrupación deportiva y no del resto. O vereador defende que é a que mais horas usufrui à semana das diferentes pistas (16,5 horas), enquanto os responsáveis da secção de futebol deste clube afirmam que só/sozinho dispõem de só/sozinho 4,5 horas no campo de relva, que é o que necessitam mais. A polémica continua e a Agrupamento Desportivo Santa Isabel mantém a sua intenção de seguir/continuar com os protestos.

As notícias mais...