+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Os prémios Espiga incorporam a categoria/escalão de desporto inclusivo

O prazo para a apresentação de candidaturas finaliza o próximo 8 de Abril. Se reconhecerá ao melhor projeto (4.000 euros) e a outros três finalistas (1.500 euros)

 

Domínguez, Postigo, Mateos, Cavalos, {Bayal} e Blanco, ontem em Badajoz. - S. GARCÍA

B. CASTAÑO
10/03/2020

Los Premios Espiga {Impulso} de la {Actividad} {Física} y el {Deporte}, que convoca Caixa Rural da Extremadura, incorporarão em seu {decimosexta} edição a categoria/escalão de desporto inclusivo. Assim se concederá um primeiro prémio ao melhor projeto desportivo da região, dotado com 4.000 euros, e se entregarão outros três finalistas nas categorias de desporto coletivo, individual e inclusivo. Além disso, se mantém o Prémio Especial Obrigado/obrigada, com o que se reconhece a promotores anónimos do desporto regional que se tenham distinguido por seu esforço.

As novidades desta {convoctoria} as deram ontem a conhecer o presidente de Caixa Rural da Extremadura, Urbano Caballo, o diretor-geral da entidade, José María Portillo, e o diretor-geral de Desportos, Dão de {Sande} {Bayal}, a aqueles que acompanharam três membros do júri: Jesús Blanco, presidente de honra da Federação de Basquetebol; José Manuel Mateos, presidente do Clube Maratona de Badajoz; e José Luis Domínguez, secretário-geral da Federação Extremenha de Padel. Precisamente do júri partiu a proposta de incorporar a categoria/escalão de desporto inclusivo nestes galardões.

A estes prémios, que contam com o apoio da Junta e das federações desportivas regionais, podem concorrer pessoas físicas, organismos, associações, federações, centros escolares e entidades desportivas cuja finalidade seja a promoção do desporto em seu âmbito populacional. O prazo de entrega das candidaturas abriu-se ontem e finalizará o próximo 8 de Abril.