Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 17 de novembro de 2018

A polícia investiga quem abriu a torre de alta tensão do {Gurugú}

«A ralo pesa muito para um menino e estava ancorada», diz Endesa

F. L. BADAJOZ
07/06/2018

 

A Polícia Judicial e a Cientista da Chefatura Superior investigam quem pôde abrir e como a ralo da tenda de alta tensão do parque de La Viña, no {Gurugú}, na qual a tarde do passado segunda-feira se {electrocutó} um menino de 13 anos, que resultou com queimaduras de segundo grau/curso universitário com afetação de 20% de sua superfície corporal. Também três polícia e dois bombeiros que intervieram em seu resgate sofreram queimaduras superficiais das que já foram dados de alta, enquanto o menor permanece ingressado na unidade de queimados do hospital madrileno La Paz, desde onde não facilitam parte médico de sua evolução.

Na investigação colabora a companhia proprietária da tenda de alta tensão, Endesa, desde onde afirmaram que «{colaboramos} como fazemos sempre, facilitando todos os dados e informação que nos solicitam».

Essas mesmas fontes indicaram que «não é fácil abrir essa grade, porque estava ancorada e contava com uma placa {antivandálica}». Para além de que «para retirar-la se necessitam ferramentas e pesa bastante», o que lhes leva a pensar que pôde ter-la aberto ou entreaberto algum adulto, mais que uns meninos.

As notícias mais...