Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 26 de septembro de 2017

Pedem arrumar o ambiente do {Revellín} e habilitar uma zona de estacionamento

A Cívica denúncia que os arredores estão «intransitáveis»

REDACCIÓN BADAJOZ
13/09/2017

 

A Associação Cívica Cidade de Badajoz propôs ontem, através de um comunicado, que se {adecente} o ambiente do {Revellín} de São Roque e se {acondicione} para que possa servir de estacionamento para os usuários do {alberque} juvenil e o centro de associações que funcionam nas instalações. Este coletivo recordou que o {Revellín} é parte de um Bem de Interesse/juro Cultural e defendeu que tudo o ambiente «deveria arrumar-se» e dotar-se de um espaço {ajardinado} ou similar, bem como colocar bancos que permitissem contemplar a construção «e facilitar a nossos visitantes identificar o ambiente como um monumento e não como um lugar perigoso que evitar».

Segundo a Cívica, apesar de que a restauração do {Revellín} é recente, «dista muito de estar satisfatoriamente recuperado», pois os arredores continuam a estar intransitáveis para os turistas «que jamais suspeitariam tratar-se de um monumento». Esta associação assinala que a parte «melhor acabada» é a da porta de entrada, mas está sempre ocupada pelos veículos dos usuários do albergue, «o que diminui visibilidade à parte mais digna do monumento». Por outro lado, segundo descreve, os laterais estão cheios de «matagais secos impenetráveis» entre os que além disso se acumula o lixo e nas traseiras se mantém um pequeno tenda de transformadores elétricos com postes e cabos.

As notícias mais...