+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Julgam a um acusado/arguido de agredir a um polícia e tentá-lo com um fiscal

A procuradoria pede 7,5 anos de cadeia por dois delitos de atentado e um de lesões

 

F. LEÓN lcb@elperiodico.com BADAJOZ
04/02/2020

A Secção Primeira da Audiência Provincial de Badajoz tem previsto julgar hoy a um homem acusado/arguido de dois delitos de atentado, um contra a autoridade e outro contra agente da autoridade, em concurso com um delito de obstrução à justiça e outro de lesões, por agredir a um polícia e tentá-lo com um fiscal, a quem, juntamente com um juiz, insultou e ameaçou.

Os factos/feitos que se julgam aconteceram a amanhã de 15 de Abril de 2019, data na qual celebrou-se uma comparência para resolver a situação de um investigado pelo Tribunal/réu/julgado de Instrução número 1 de Badajoz, que tinha sido condenado por um delito de {quebrantamiento} de condena no quadro da violência de género, segundo consta na relação de factos/feitos das conclusões provisórias da Procuradoria.

RELATO DOS FACTOS/FEITOS / Além disso, consta que «o fiscal {actuante}, A. L., solicitou a prisão provisória do inculpado e ao terminar dita diligência, este ---o acusado/arguido-- encontrava-se sentado no corredor do tribunal com os {grilletes} postos e com custodia policial». E foi «ao passar por esse lugar quando após proferir graves insultos e ameaças contra o fiscal e o juiz, se {abalanzó}» sobre/em relação a o primeiro «para agredirle, o que não conseguiu pela intervenção policial, dando golpes com os {grilletes} e ocasionando lesões ao polícia, que precisaram tratamento médico curando aos 51 dias».

E acrescenta o escrito/documento de notas do fiscal que perante essa «grande agressividade teve que ser reduzido utilizando --o polícia-- a força mínima imprescindível com ajuda de outros agentes».

Segundo a Procuradoria, estes factos/feitos constituem «dois delitos de atentado, um contra a autoridade e outro contra agentes da autoridade em concurso idealizador com um delito de obstrução à justiça e um delito de lesões». E solicita penas de 4 anos e 6 meses de prisão pelo primeiro delito, 2 pelo segundo e 1 pelo de lesões --7,5 obrigada/obrigado--, bem como o pagamento, em conceito/ponto de responsabilidade civil, de 1. 260 euros em favor do polícia lesionado.