+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A Económica em {streaming}

 

ANTONIO García Salas ()
12/03/2020

Com mais de 200 anos de vida e com uma extensa atividade criadora ao longo/comprido desses anos, a Económica continua a ser uma instituição desconhecida. Para muitos é uma entidade fechada e pouco/bocado adaptada às necessidades atuais. Mas sua missão foi e continua a ser ser útil em cada momento ao progresso da sociedade e isso o fez com perseverança e superando as situações mais críticas.

É certo que não segue/continua as modas e as imposições ideológicas de cada momento, mas não é alheia aos temas de atualidade. Celebram-se debates e se fazem propostas sérias às instituições e à sociedade, quando há um novo descobrimento científico se difunde e diante da surpresa de muitos se cheia a sala interessada pelas ondas gravitacionales ou o Bolsón de Higgs. Se abordam temas de atualidade económica, social, cultural, cientista ou artística e sempre por pessoas com muito critério e autoridade na matéria. Celebram-se um grande número de atos desde a ótica da Ilustração, o humanismo, o respeito à diversidade e o desenvolvimento e progresso social. A preside o mote Ensinando Fomenta e nada humano lhe é alheio como disse Publio Terencio.

Provavelmente para muitos seja uma instituição de outros tempos, num mundo inundado pela superficialidad, as fake news, o confronto, os zascas e o mero espetáculo efémero. A Económica é verdade que tem outros ritmos e outras formas de fazer e ser. Mas sempre foi fiel aos tempos, e agora está comprometida com os grandes objetivos da sociedade digital. Por isso as conferências e debates podem seguir-se em seu Canal Youtube de La RSEEAP, onde já há mais de 150 conferências disponíveis. Em seus mais de 200 anos de vida só parou a atividade de 1823 a 1833, na denominada década ominosa na qual Fernando VII exerceu a maior repressão da liberdade nestes dois séculos. Hoje a Económica pode retransmissão ao vivo seus atos por streaming, e esperemos que embora tenhamos o pior cenário de restrições nas próximas semanas a Económica possa continuar com suas atividades embora sejam seguidas pelo público desde as suas casas e desde toda a gente. A Económica seguirá ativa e em contacto embora seja agora em conexão digital.

*Economista