Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 20 de septembro de 2018

A corrida/curso de médico em 22,34 minutos

Mais de 280 atletas participaram ontem na iniciativa ‘Vêem a correr com os médicos’

A. M. R.
10/06/2018

 

22 minutos e 34 segundos. É o que tardou Carlos de Moreno em terminar a corrida/curso dos médicos. Ontem foi o vencedor absoluto da primeira corrida/curso que organizou o Colégio Oficial de Médicos de Badajoz baixo/sob/debaixo de o mote Vêem a correr com os médicos, por ocasião de seu centenário e que pretende tirar a estes profissionais das consultas para dar exemplo a seus pacientes dos benefícios da atividade física.

Celebrou-se no parque da margem direita do rio e o percurso/percorrido foi de 6,3 quilómetros na categoria/escalão de adultos, embora também tinha outras distâncias para corredores infantis. Se apontaram 280 participantes, entre eles cirurgiões, anestesistas, pediatras, médicos de atenção primária e pacientes que cumprimentaram a seus médicos e que já têm o {running} como hobby/adeptos.

Para o presidente da escola, Pedro Hidalgo, o mais importante desta iniciativa não eram os inscritos, mas «{conseguimos} tirar ao médico de seu consulta e a atitude {ejemplarizante} do médico, porque de nada serve prescrever que se faça exercício quando temos ao médico sedentário». Hidalgo advogou por continuar com esta ideia e manter esta atitude porque «um médico dentro da consulta prescreve e fuera da consulta, estimula e dá exemplo». A excelente resposta desta primeira edição animou ao presidente da escola a expressar que «isto já não há quem o pare». Hidalgo esclareceu que o que pretendem estimular não é a competição mas o exercício, o que corresponda a cada idade, «porque um corpo desempregado/parado gera doença e temos que estar ágeis». Uma trintena de patologias crónicas beneficiam-se do exercício como base para a recuperação e a prevenção. «Hoy a competição é de saúde», defendeu.

As notícias mais...