Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 14 de dezembro de 2018

A Câmara Municipal descarta que se celebre a {tamborada} na praça/vaga Alta

Propõe como alternativas o auditório Ricardo Carapeto e o da feira

A. M. ROMASANTA
11/01/2018

 

O vereador de Feiras e Festas, Miguel Ángel Rodríguez de la Calle, compreende que o concurso da {tamborada} organizado pela Federação de Associações do Carnaval De Badajoz ({Falcap}) «tem crescido muito, tem muito auge e temos de dar-lhe sua importância», pelo que entende as razões para transferi-lo do parque de São Fernando, um espaço que «se lhes ficou pequeno». Mas a Câmara Municipal também tem claro que não pode celebrar-se na praça/vaga Alta, como propõe a {Falcap}, porque seria acrescentar uma atividade mais geradora de ruído no Centro Histórico. Assim o expôs ontem Da Calle na reunião que manteve de manhã com os responsáveis da federação e, segundo o vereador, «o têm especialista/conhecedor», pois é «de sentido comum».

Como alternativa se estão a estudar dois opções: o auditório Ricardo Carapeto ou o da feira. Rodríguez de la Calle espera que nesta semana se tome a decisão, que agora está pendente da análise dos técnicos quanto às necessidades de som e iluminado. De qualquer modo, seria uma decisão provisória, pois a ideia é que a partir dos carnavais de 2019 já se fixe um lugar definitivo para celebrar a {tamborada}. O vereador destacou que existe vontade de colaboração entre ambas partes. Quanto à data, se descartou no sábado 27, para não «contraprogramar» as {Candelas} da Margem Direita e se consideram na sexta-feira 26 de Janeiro ou no sábado 2 de Fevereiro.

Sem conhecer ainda o resultado desta reunião, o presidente da Câmara Municipal, Francisco Javier Fragoso, pediu consenso, se bem constatou que se necessita mais tempo «para poder/conseguir planificar bem».

As notícias mais...